18 de abril de 2024

38 thoughts on “Por que o sexo lésbico não deveria ser um mistério

  1. Teu blog, posts e posição são lindos e me representam muito. É muita alegria saber que a gente além de não estar só, tem alguém que tem consciência daquilo que publica e propaga! <3

    1. Lucila, fico muito feliz com o seu comentário! 🙂 Espero que continue gostando.
      E quando quiser, por favor, dê sugestões de postagens.
      Um grande abraço!

  2. Amei seu post como sempre, muito coesa, precisa, cm propriedade e sentimento.
    Infelizmente ainda não estou completa e feliz. Tenho necessidade do meu namorido e de garotas. O q faço Amanda?
    bjo

  3. Olá meninas, nunca fiquei com uma mulher mas o desejo é grande…sempre me envolvi com homens pq nunca tive coragem de experimentar, de colocar para fora isso. É tão difícil encontrar alguém legal…estive junta por 10 anos e a 7 meses estou sozinha…acho que este é o momento de procurar viver isso. Quem se sente assim tb por favor não exite em conversar comigo. Bju!!

    1. Estou na mesma situação, tbm gostaria de ficar com mulheres, mas não tenho coragem… é um pouco de vergonha de admitir.. aí as vezes acho que nunca vai acontecer..

  4. Ola meninas como vai?
    Então sou casada tbm tenho 39 anos e nunca me envolvido com uma mulher. Esse eh meu segundo casamento e sempre com homens.tenho muita vontade de me relacionar com uma mulher, mas não sei como fazer…se alguem quiser entrar em contato. Meu email [email protected]

  5. Amanda adorei o teu post e concordo em número, grau e género.
    Eu acho que o envolvimento sexual com uma mulher é mesmo algo especial e envolvente mas tudo depende das duas pessoas, da ligação, do envolvimento que temos com o outro.
    Como bi eu acho que o sexo tanto pode ser muito bom com um homem como com uma mulher mas acredito que seja mais profundo com uma mulher, o toque. Mas tudo depende da pessoa, etc etc.

  6. ola eu sempree fiqueii com homens so namorei com homens eu nao sentia desejos por mulher mais ai uma se declarou pra mim q estava aaixonada por miim aii eu nao quis mais depois eu começei a gostar dela sentir desejo por ela ai ela pediu pra namorar comigo eu aceitei ete hj estamos namorandoo e muito boom namorar com mulheer mais homens tbm sao bom

  7. Oi,meninas,
    Também tenho muita vontade de ficar com uma mulher, sou casada a 18 anos.
    Tenho esse desejo desde nova, mas,por ser de uma ffamília cristã tinha medo.
    Quero conhecer e ficar com mulheres, más não sei por onde começar.
    Estou a disposição para trocar e-mail mail: [email protected]

  8. eu acho lido a relação com liberdade independente do sexo, pois quando se tem o respeito pelo ser o amor surge leve e suave e explodindo de prazeres . E quanto mas se respeitar as suas fantasias as suas confições mas prazeres terá .

  9. bom dia. bom estava lendo sobre o sexo entre duas mulheres e minha opiniao é q cada pessoa tem seu modo de amar minha mulher e eu estamos casadas a pouco tempo mas parecemos nos conhecer a anos ela me faz sentir uma sençao de prazer q jamais senti com outra pessoa enfim sexo é maravilhoso desde que realmente exista amor entre ambas as partes.

  10. Ola, me identifiquei muitoo com este blog.Eh bastante esclarecedor e me da um certo conforto de saber que existem muitas outras mulheres vivendo a mesma situacao que eu.Sou casada com um homem ha 7 anos,tenho 39,e ha 5 descobri k sou bi…no inicio foi uma mistura de revolta,raiva,angustia tudo junto e misturado ate k veio a aceitacao mesmo pork eu nao tinha pra onde correr.Nao sou assumida mais ja me relacionei com outras mulheres e sempre estou em busca de conhecer pessoas k tenham historias parecidas com a minha e dividir essa experiencia k muitas vezes nao eh facil de administrar.Sintam-se a vontade para manter contato…..

  11. Oi, eu tenho 42 anos e sempre me relacionei com homens, sai de um casamento de 10 anos e tenho duas filhas, estou separada à 2 anos e conheci uma mulher de 31 anos e estamos namorando à 09 meses, ela é a primeira mulher com quem me relaciono, porém ela já teve outras mulheres e é mais experiente. Brigamos muito porque eu sou muito insegura, sempre acho que não sei fazer nada na cama, embora ela diga o contrário, eu até pedi um tempo, mais a gente se ama muito.Eu me acho muito “marinheira de primeira viagem “. O que eu faço ?

    1. Não complique as coisas, não há nada que não se possa aprender ainda mais se falando em amar. As vezes deixamos nossas inseguranças melar nossos relacionamentos. Faça uma avaliação sua e procure mudar e melhorar, se vcs se amam tudo fica mais fácil, esqueça os outros relacionamentos dela e foque no seu e faça-se inesquecível para seu amor. Tenho 44 anos estou aprendendo também, tenho outros truques o olhar, as caricias, palavras de amor ao pé do ouvido, apoia-la em suas ideias e crescimento, ouvi-la, fazer aquela massagem etc…
      Não deixe as neuras acabar com algo que pode ser tão intenso, simplesmente ame e seja feliz.

  12. Olá. Bom, amei ler esse post! Eu tenho 15 e sou bi, atualmente estou namorando a 4 meses com uma trans(não totalmente trans kkkkk) e em relação a nós relacionar e tals, é meio dificil nessa hora de muita intimida pois eu sou e não sou a preguiçosa sexual , ela me faz ser a preguiça sexual, só ela quer me dar prazer e etc, eu já descobri alguns meios e etc, mas acho que pelo fato dela não se aceitar como mulher, não gosta muito que eu “toque” nas partes… Mas isso complica muito na hora, eu gostaria de saber como posso dar alguma prazer a ela e etc…
    Beijos ! Amei o blog!

  13. Hoje me considero mais lésbica do que bi, pois a 5 anos só me relaciono com mulheres, mas não havendo descartado alguma chance de me envolver com um homem.
    Fui casada com homem, por 14 anos e tenho uma filha de 18, que demonstra gostar de mulheres tambem.
    Nunca me privei de nada, sexualmente falando e acho que a chave do segredo para a realização sexual é não se rotular( passiva, ativa, e etc..) e na hora da cama despir-se não só da roupa, mas de vergonhas e de rótulos. Permita-se !

  14. Namorei por 4 anos, e sinceramente, odiava a penetração, não sentia prazer nenhum, nunca senti um orgasmo. Talvez eu sentisse nas preliminares, se fossem mais longas, mas eram rápidas e sempre tinha que ter penetração. Vivi uma vida sexual muito triste, me submeti a fazer coisas que odiava por amar tanto meu namorado, meu erro foi nunca ter dito. Me envolvi com uma menina e me senti muita atraida por ela, não sei se sou bi, estou confusa, mas quando me imagino num outro relacionamento, só penso com mulheres, e não com homens 🙁
    Tenho curiosidades e fetiches com essa menina, meu problema é que ela é a única menina que me senti atraida, não consigo imaginar ter nada com outra 🙁

    1. Sei como é isso keka… Não são todas as meninas que me atraem e eu ainda não me envolvi com uma que me atraísse… que bom que vc se envolveu.. invista! rs As que eu sinto atração não tem interesse em mulheres…rs..

  15. Adorei o post.
    Estou namorando com uma menina a uns meses, eu sou a primeira menina q ela se relaciona, e a minha também, então esta sendo tudo muito novo e diferente pras duas, nunca tivemos relação sexual, mas sou virgem ainda, e ela ja, com outros homens, porem com nenhuma mulher como disse antes, eu realmente tenho um certo receio de como sera nossa primeira vez. Gostaria de saber se alguém passou pela mesma coisa, pq eu realmente não sei oq “fazer” na minha primeira vez.

    1. Oi Amanda, eu passei exatamente pela mesma situação que vc. Tb sou virgem e me relacionei com uma menina que ja tinha ficado com homens e que era a primeira menina que eu ficava e ela tb. Nós tivemos nossa “primeira vez” e não ouve nenhum tipo de penetração, mas nós duas atingimos o orgasmo várias vezes. Tb não aconteceu sexo oral (por que ela teve vergonha) e mesmo assim conseguimos ter muito prazer uma com a outra. Eu basicamente só deixei fluir, acho que quando vc realmente gosta de alguém vc não tem medo, simplesmente acontece.

  16. O que eu mais amo nesse blog é a maneira natural de se tratar um assunto desses.. dentre outros assuntos. Me sinto super a vontade. Ainda não tive relação sexual com mulheres mas com homens há pouco tempo fui descobrindo posições e maneiras de sentir prazer. Tem posições mais tradicionais que eu não sinto NADA. Nada mesmo. E eu custei a me conhecer de fato nesse sentido.

    Muito bom !!! Adoro esse blog!!! Alias, recomendo todos os homens heteros lê-los kkkk ajudaria muitas mulheres heteros por aih…

  17. Eu sou casada com um homem a 11 anos.
    Mas sempre tive vontade de transar como uma mulher. Pelos vídeos deve ser uma maravilha.
    Mas ainda não tive essa oportunidade.

  18. Como é que as pessoas sabem que nunca tiveram algum orgasmo? Se elas nunca o tiveram, como sabem o que é isso? Como vão ter certeza se já não passaram por isso?
    Eu, por exemplo, não sabia que eu era bissexual (até 2014), mas quando relembro algumas memórias (de 2011), percebo que eu já me sentia bi bem antes de ter consciência disso.

    Anyway, tenho muito o que aprender com as bissexuais/lésbicas…

  19. Também acho muito bom esse blog! Esclarece com naturalidade, os dramas da sexualidade das mulheres… Que são um mistério.
    Minha situação é parecida com as de algumas aqui, casada há muitos anos, relacionamento estavel, Filhos pequenos e um desejo por mulher que toma conta. De pouco mais de um ano pra cá, tenho admirado a beleza feminina de um jeito que não admirava, imagino cheiro, a delicadeza da pele, o beijo, a intimidade e acho que isso deveria ser considerado algo natural como um prolongamento de um carinho, de afeto por uma amiga por exemplo. Tem momentos que é dificil para mim controlar o desejo, mas a oportunidade não surgiu ainda… Quem quiser conversar mais e tiver história similar… Meu email é [email protected]… Beijos!

  20. Primeira vez que vejo alguém falar abertamente sobre as insatisfações no sexo lésbico. O que vejo de modo geral são mulheres endeusando e desfavorecendo as outras formas..
    E criticando mulheres bissexuais que atualmente estão com homens, como se o certo seria algumas experiências com homens, mas no fim obrigatoriamente o “certo” seria ficar com mulheres.. por ser mais prazeroso, mais isso, mais aquilo.. bla bla bla..
    Sexo é questão de gosto não é? Então é igual comida, quando a sua mãe fala: “Como você sabe que não gosta se nem experimentou?”
    As vezes a pessoa pode encontrar um parceiro que tenha uma ótima química, e isso não se resume ao gênero em si, mas sim a sua habilidade e sintonia durante a relação sexual.
    Outro tabu é o prazer anal, e se bem feito não dói não.
    Quando as mulheres pararem de se autocriticar e deixar se levar pelos instintos na hora H tudo irá fluir normalmente.. até as “priguiçosas sexuais” rsrsrs

  21. Adorei o blog! Acabei de conhecê-lo. Tenho 25 anos, e desde os 17 me interesso por mulheres e por homens, mas tive poucas oportunidades de ficar com mulheres. Atualmente essa vontade vem crescendo mas não tenho ideia de como conhecê- las. Nao tenho amigas na mesma situação que eu… apenas um amigo que é hetero e sabe da minha opção…

  22. Amando o blog! Até meus 44 anos hetero (recém divorciada) me encontro num relacionamento delicioso com uma “menina” de 32. Que coisa maravilhosa! Tantas descobertas de tipos de carinho, Amor e ternura que nao fazia idéia! Como as pessoas se privam de tantoas experiências Divinas por PURO preconcenito!
    Obrigada por me fazer “senti em casa” neste blog!
    Muito gratidão!
    Muita Luz no seu caminho!
    Andréa =)

  23. Fiz alguns comentários há uns meses atrás falando da minha angústia em saber ou não se gosto de mulher, se deveria arriscar alguma coisa, já que sou casada há quase 7 anos (me casei aos 16 anos). Quando comentei muitas pessoas me mandaram email e conheci várias que passavam pela mesma situação. Foi ótimo trocar idéias com quem conseguia me entender.
    Então, estou de volta ao blog pra contar as novidades rsrrs. Esta semana tive minha primeira experiência lésbica. Conversei um tempo com uma menina da minha cidade e aos poucos acabei falando da minha curiosidade. Ela estava namorando com um cara e deixei de lado a ideia, já que meu objetivo era me descobrir e não envolver outras pessoas. Há alguns dias ela me contatou novamente e disse estar solteira. Conversei com cautela, já que poderia haver a volta do namoro dela com o rapaz, mas acabamos por marcar numa tarde de beber e bater papo na casa dela e, bom… acabou rolando. Estou um pouco maravilhada ainda, está tudo muito fresco na minha cabeça. Falei com meu marido e ele gostou que eu tenha realizado isso, estava enchendo o saco dele na verdade, falando que achava que ia morrer com isso na minha cabeça rsrsr. Isso também ajudou no casamento, apesar de termos uma vida sexual saudável, este fato deu um up na relação.
    Bom nao sei se vamos marcar mais vezes, mas se rolar vou amar. E agora tenho certeza de que sou bissexual, nao posso me assumir, é claro, mas minha cabeça está bem menos confusa, pois realmente percebi que amo as mulheres, seus corpos, cheiros, etc etc rsrsr, e por outro lado adoro a masculinidade do meu marido, são formas diferentes de fazer amor, cada qual com suas qualidades.. Enfim, este blog me ajudou muito, abriu minha mente, e percebi que as mulheres sentem sim atração por outras, mas a sociedade reprime este sentimento e nos faz sentir sujas, quando na verdade estamos apenas sendo felizes. Um beijo a todos do blog. Se quiserem cv só mandar email: [email protected]

  24. Sou Sonja McDonell, 23, Swiss Airlines Stewardess com 13 cidades no exterior, muito concurso com muitas fantasias em casos de emergência no meu trabalho maravilhoso. Eu busco meninas e mulheres nas minhas cidades e também nas minhas férias. Mulheres casadas também são bem-vindas.
    Saudações
    [email protected]

  25. Presumo que as mulheres passem pelo heteronormativo (ausência de pênis), ai como se as pessoas Desconhecessem as preliminares (carícias, sexo oral, como modalidade sexual)! Não diferente dos vídeos que raramente mostram a ereção que sente o homem ao ser penetrado e do homem que mesmo bissexual se realiza mais penetrando anus masculino! Como um colega em 2018 me disse que não namorou muitas mulheres e, com vida sexual com a esposa, boa, mas que comigo, percebeu que o mesmo gênero, traz aquele conhecer mais amplo, ajuste natural de iniciativa de ambos, já com gêneros diferentes depende que a mulher comente se esteja confortável com a penetracao embora possa ao homem pensar ter se “posicionado” ideal para ambos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *