18 de abril de 2024

4 thoughts on ““Pessoas como eu ficam no escuro”, diz autora de livro sobre assexualidade

  1. Amei a matéria Amanda!
    Todas as formas de amar precisam ser mostradas com respeito e carinho, como você fez, Parabéns!!!
    Este portal representa realmente a diversidade das formas de amar!!
    Sucessos e felicidades pra você e toda a sua equipe sempre!

    1. Oi, Ana, tudo bem? Fico muito feliz que tenha gostado! 🙂
      Queremos mesmo sempre mostrar todas as formas de amar com muito carinho e respeito. Todas as pessoas devem se sentir acolhidas sempre!
      Um grande abraço!

  2. Eu prefiro mais a tese de uma das minhas tias, que dizia ter casado com a profissão. E via de regra, as pessoas acabam fazendo essa “escolha”! Tive colegas que tiveram essa “dinâmica”: casaram, fase de lua de mel e prole, depois os casais como que se acomodam e o status vira como mero dormir juntos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *