21 de julho de 2024

151 thoughts on “Como entender a mente de um bissexual

  1. Tenho 16 anos de idade sou menino ( eu disse isso pq esse meu nome ” Yuri” é impessoal… Pode ser tanto pra homem quanto pra mulher) e tipo… Eu não sei como explicar minha bissexualidade. Eu sempre gostei de mulheres e de homens, brincava de carrinho, as vezes eu ia lá mexer nas bonecas da minha irmã… (Dava uma brincadinha de luta e depois tirava as cabeças delas só pra deixar minha irmã brava x’D ). Eu me assumi nesse ano mesmo, bem uma semana depois do meu aniversário (08/01)… E sla minhas frases sempre foram: “Eu amo a todos”, “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”…. E porque ” eu amo a todos”???? Porque tipo, eu não sou muito de rotular as pessoas. Eu me apaixono pelo sentimento sendo homem ou mulher… Momento história: Eu nesse final de semana vivi um encontro perfeito com Deus ( parece com o EJC mas não é. É um encontro que todas as pessoas do 1s e 2s anos fazem) e quando fomos para os dormitório dividimos os quartos tinha os quartos que ficavam as menina e os que ficavam os meninos… E sempre tínhamos palestras, momentos de reflexão, apresentações de teatro SUPER ENGRAÇADAS, momentos de choro ( chorei que só a mulesta)…. Durante uma dessas palestras um homem disse: “Não devemos maltratar ou deixar um amigo por sua cor, sexualidade, crença ou outras coisas… Sabe pq? Pq ele também é um ser humano e também é um filho de Deus… O que vc não quer pra vc!! Não deseje para o próximo”… Depois da palestra fomos para os dormitório( dentro do dormitório masculino era dividido em dois quartos para duas equipes) e em um momento os meninos ficaram quase pelados( só de cueca ) e ficaram zoando três meninos que tinham um jeito afeminado dizendo: “cadê fulano pra ficar olhando o saco da gente??? Eu dou graças a Deus que não to dormindo no mesmo quarto que aqueles ‘viadinhos’!!! “. Eu me incomodei e disse: “SE VCS SÃO REALMENTE CRISTÃOS, VCS DEVEM TER PRESTADO ATENÇÃO NA PALESTRA DADA POR SICRANO… VCS DEVEM AMAR OS OUTROS DA FORMA QUE SÃO, DO JEITO QUE SÃO… NÃO DEVEM QUERER QUE ALGUÉM MUDE DE OPINIÃO PQ VC QUER!!! NEM DEVEM USAR PALAVRAS FEIAS E MUITO MENOS MALTRATAR!!!!” de repente o silêncio………………. Eu posso ser bissexual, mas não é pq eu sou que isso vai me obrigar a não defender os homossexuais também… A sigla LGBT já diz tudo Lésbicas, Gays, Bissexuais e transgênicos…. São uma família e nessa família tem aqueles irmãos mais rebeldes no caso os heterossexuais ( mesmo não sendo citados na sigla, eles são da família… É tipo aquele filho que maltrata muito as pessoas da família)…

    Obrigado aí, pela atenção!!! To esperando mais posts uhuuu \o/ Seu blog é DEMAIS!!!

    1. Yuri, tudo bem? Obrigada por compartilhar tudo isso com a gente. Foi muito boa a sua atitude e acho que é isso que devemos fazer mesmo. Continue assim e volte sempre para contar suas experiências. Grande abraço!

    2. Puxa Yuri, que bacana! Eu me autodenomino sem religião, porém ainda acredito no cara lá cima. O legal é que você mostra que ela, religião, e sexualidade, em suas várias facetas, podem coexistir. A intolerância vem de dentro, não de fora! Tenho 16 também, e estou me descobrindo agora, como você, e muitas pessoas daqui, e sei como é difícil a gente observar e tolerar muitas coisas.
      Em relação a crenças, acho que manter a cabeça sempre aberta e fresca é o melhor. Já ouviu que a água, quando muito tempo armazenada, apodrece? Assim são as mentes. Porém, no seu caso, acho que a religião, católica aqui, está fazendo seu benéfico papel, que é de acolher e aceitar os outros, como eles são.
      Que você apenas melhore!
      Até!

  2. Oi!
    Depois de tanto pesquisar encontrei seu blog. Não sei se o quanto meu caso se enquadra aqui mas falarei assim mesmo.
    Numa certa noite fiquei com uma mulher que me encantou de primeira. Ela estava com amigas e não vi nada que mostrasse que ela era bi. No nosso segundo encontro eu já estava apaixonado. Horas de conversas por telefone.
    Depois ela meio sem graça resolveu falar que vivia com uma mulher há três anos, e por ter sido traída se separou.
    Não fiquei com medo. Afinal, se ela estava comigo, ela queria estar comigo.
    Porém logo depois elas reataram. Não terminamos, apesar de eu não ter gostado.
    Ela ficou com dois.
    Morando novamente com sua mulher e ficando comigo sempre que podia.
    Não escondeu de mim nem da sua parceira que estava gostando de duas pessoas. Um homem e uma mulher.
    A relação das duas sempre foi e continuou sendo conturbada. Deixei claro que queria ficar com ela. Não queria outra mulher. Mesmo assim, fugiu. Disse que sabia que não conseguiria ficar apenas comigo. Ficaria com mulheres e não queria fazer isso comigo.
    Depois de um ano, continuo apaixonado. Nos encontramos quando ela pode e não consigo ficar com outras mulheres. Tentei e broxei totalmente.
    Apesar dela dizer que pensa em se separar, e ficar apenas comigo, não consigo acreditar. Tudo leva a crer que ela realmente prefere conviver com mulheres e que comigo é só sexo. Maravilhoso, mas quero corpo e alma.
    Não deveria esperar mais nada dessa história, mas não consigo. Ela é a melhor mulher que já conheci…

  3. Curti o blog.
    Sou Joao (não sou mas foi o único nome que achei), 28 anos, carioca, pós-graduado, que era hetero.
    Sempre que leio história de sexualidade vejo muita gente com traumas, abusos, tristezas. Tinha 21 anos quando resolvi beijar um cara pela primeira vez por livre e espontânea vontade. Depois disso foram algumas poucas experiencias com outros homens (simples beijos ou sexo) e muitas experiências com mulheres, inclusive namoros.
    Sempre me complicado mas não confuso. Não para mim. Não havia dúvidas que gosto de ambos os sexos, não tem mais ou menos.
    O problema recente foi que entrei num site famoso por busca de sexo entre homens. Troquei ideia com alguns e sai com um cara, ele é 5 anos mais novo, gay assumido e discreto.
    O problema é que estamos juntos há 5 semanas, não saímos em público, só nos vemos na rua e ficamos juntos em motel (independente de transar), estamos nos falando quase todos os dias, mas os dois com medo do sentimento mútuo, com medo de se machucar feio, com medo de viver junto e viver o futuro, com medo de entrar num relacionamento.
    Tenho minha vida, meus conceitos, meus medos e por mais bissexual que seja, meu maior problema hoje é como viver uma relação com outro homem ?
    Nao sei como funciona a mente de um bi. A minha era de forma racional e pragmática, era, agora não sei mais.

    1. Você pode estar se interessando por ele ainda mais. Ele pode ter algo que nenhuma pessoa tem e que atraiu você. Por mais que você se apaixone, isso não vai querer dizer que você é bissexual, como já disseram aqui, existem fases, e você tá na fase gay da vida.
      Acho que se você quer viver isso de forma aberta, só existe uma solução: conseguir seu lugar ao sol no mercado de trabalho, ser independente financeiramente, ter garantias de que pode ser auto-sustentar e ter sua casa, o resto é de menos. Se você fala de sociedade, um amigo me disse algo que reflito muito: caso as pessoas descubram amigos, pais, etc., alguns não voltaram a falar com você, alguns iram demorar porque, os laços podem se romper por um período mas, depois eles voltam e essas pessoas que voltarem são as que realmente se importam com você. Acho que isso é tudo.

      1. Então. Sempre me achei bissexual mesmo sem ter uma iniciação traumática gay ou hetero. tudo foi muito natural e no tempo que eu quis.
        A grande diferença é que das outras vezes era farra, beijo ou sexo casual. Agora estou diante de algo além da atração física e estou realmente confuso.
        Talvez nada com ser ou não bissexual e sim com ser “biafetivo”, se apaixonar por outro homem era uma possibilidade mas definitivamente não estou sabendo lidar com ela. Tenho uma relativa independência mas isso não me parece ser suficiente.
        Complicado!

    2. Oi João,

      Tenho 47 e to num momento complexo. Ja tive relações com h e m. Com mulheres e sempre emocionalmente mais facil, mas sexualmente com o homem é mais intenso. Conheci um cara de 35 e fiquei muito envolvido. Terminei um casamento de 18 anos c filhos e depois de 7 meses num namoro bem instavel (responsabilidade minha), porém super companheiro, acabei nao sabendo lidar com a duvida e terminamos há 1 semana. To sentindo uma falta enorme, mas ele me fez prometer que nao o procuraria enquanto tivesse duvida da minha sexualidade. Talvez compreendendo melhor a complexidade da bissexualidade me ajude. É hora de olhar pra dentro, mas fiquei numa baixa auto estima muito chata. Questão de tempo, mas resistir a procurar esse cara tá sendo bem difícil. Vida louca né? Grande abraço e parabéns por este blog.

      1. Cláudio, estou de volta depois de algum tempo… 4 meses de namoro e muitas interrogações esclarecidas, outras muitas surgiram e por enquanto, vou sobrevivendo.
        Ouço quase todos os dias questionamentos dele sobre minha sexualidade, minhas opções e opiniões e vejo que há um abismo enorme entre as mentes de um gay e um bissexual. E se titubeio na resposta ele acha que quero terminar, que não dou força para a nossa relação, então ainda que eu não tenha a resposta exata, eu digo que tenho.
        Ainda assim, estamos juntos, cada vez mais firme, cada vez mais vivendo a vida de um casal de namorados, que vai a shopping, cinema, motel, museu, viaja e vive a vida juntos.
        Estamos vivendo nossa prova de fogo já que o ex-namorado dele voltou para a cidade e a relação deles era bastante estável pq ambos odiavam a simples ideia de namorar um bissexual e viam muito mais “segurança e estabilidade” na relação entre dois gays. Acho que o sentimento que sentimos hj pode vencer isso mas sinceramente não sei onde vai dar.
        Sobre sei caso, Claudio, vc parece ter identificado o porque do seu relacionamento com ele ter sido instável nesses sete meses. E vc olhando pra dentro, o que viu? O que encontrou? Eu ainda estou olhando e tenho algumas respostas, se puder ajudar, é só me escrever por aqui ou te passo meu email.
        Viva este blog! Aliás, quero escrever um texto próprio pra cá, como faço?

  4. Olá João, acho válido que nesta idade tenhas se deparado com possibilidades tão enriquecedoras!
    Entrar em contacto com a bissexualidade é um passo importante para a felicidade de cada indivíduo. Cada um tem a sua, forma de fazer isso. Aceitar a bissexualidade é um passo de tranquilidade e que foge das luta internas e conecta cada um de nós com nosso corpo, nosso sexo, nossas víceras e é um momento grandioso! O próximo passo, é esse que você mensionou, o fenômeno da afetividade decorrente da sexualidade. Veja que todos somos biafetivos, amamos nossos pais e nossas mãe (ou outros homens e mulheres), mas aceitar a biafetividadesexual é o passo de pessoas maduras. Acredito que tenhas processos interiores saudáveis, pois, pela ua descrição, fluístes entre seus momentos.
    O que é importante, nessa idade, é que seu homem maduro esta começando a nascer, e se ele sente afeto sexual e amoroso por outro ser este ser tem contribuições importantíssimas para que você se encontre cada vez mais como um homem realizado, e feliz. Deixo a você o a decisão do que fazer (sem querer te influenciar), mesmo porque a autonomia e a independencia são importantes para a realização. E somente quem decide acolher seus sentimentos e caminha as próprias escolhas sente forças interiores para suportar e bancar as próprias escolhas.
    Eu de minha parte, aceitaria meus sentimentos e meus pré-conceitos, mantendo a relação, me entregando completamente a esse amor/paixão (desde que o outro me de segurança, confiança e respeito). Apaixonar-se é sempre bom!
    Vá devagar! cada dia de uma vez! Quam sabe este homem esteja na sua vida para te ensinar que o maior desafio de ser ser humano é aceitar quem se é e a própria humanidade!
    Fique com Deus!

  5. Oi sou Michelle,tenho 32 anos e fiu casada tenho 3 filho.
    Faz 8 messes,que criei coragem de assumir pra mim mesma que sou bi. A raiz de que resolvir me envolver com uma mulher esta sento algo maravilhoso,mas ao mesmo tempo me sinto confiza. Porque nao sei como será me abrir com meus familiares. Nossa nunca, havia imaginado que ser bi mudaria tanto assim e minha vida e que eu fosse ter tantas duvidas: sera que sou ser aceita? Sera que vou voltar a sair com um homem? Sera que vou saber lidar com minha sexisualidade? Enfim isso acho que so o tempo dira! Mas adorei o blog parabens! Esse blog ajuda aclarer algumas duvidas bridago

  6. Não sou bi, sou homo, mas me parece que homens bi so são bi para sexo, não querem namorar outro outro homem e nem pensam na possibilidade de se apaixonarem por outro homem.Tambem, homens bi sempre preferem se relacionar com mulheres e por que será que homens bi, mesmo pra apenas sexo, escolhem tanto em se tratando de homem, mas com mulheres pode ser qualquer uma?

    1. Rui, concordo com você. Quero entender por que os homens bi só querem namorar mulheres. Seria, na verdade, um preconceito? Não querer expor a sexualidade? Coloco o assunto para debate. Alguém para rebater?

      Abraços!

      1. Falando de mim, namoro por quem me apaixono, além da questão da atração. Acho que tá tendo uma generalização aí. Se nenhum homem bi ainda não se apaixonou por você, foi porque um não era a pessoa certa do outro

      2. Eu sou bi. Hoje não me vejo namorando um homem. Apenas mulheres me afetam emocionalmente. Por homens realmente é apenas sexo.
        Bem, no meu caso eu sou mais seletivo com mulheres e menos com homens.
        Acredito que possa ser, da minha parte, certo preconceito sim. Não daquele preconceito de ódio ou algo do tipo, mas homens afeminados não me atraem.
        Eu tbm não namoraria um homem. Sempre que penso em ter algo com um cara, penso em achar um cara maneiro, um amigo, pra sempre ser “fixo” quando der vontade e não namoro.
        Pode ser influência da sociedade sobre o fato, talvez por eu ainda ser dependente dos meus pais e tal… (obs: sou maior de idade)
        Não posso afirmar nada 100%, tudo pode acontecer um dia. Entretanto ter uma vida a dois com outro homem não me atrai nem um pouco.

        1. Estou aqui de novo.
          Namorei mulheres mas não homens. Até conhecer o cara que estou saindo hoje, ele “forçou a barra” e estamos namorando. Já saímos, jantamos, cinema, enfim… Está alem do sexo e temos um sentimento mútuo mas não posso dizer que é simples e fácil, pelo contrário. Não sou afeminado e tirando pequenos gestos de intimidade, parecemos dois amigos. Ainda assim pra mim é “difícil”, “estranho”, ” diferente” talvez seja mesmo um “preconceito”. Todas as palavras acima entre aspas não devem ser lidas com a carga negativa que tem. Conversando com ele, ele já disse que também é ” difícil” mas ele vê a situação com muito mais naturalidade pq é homo.
          A cabeça do bissexual é diferente, complexa.

          1. Eu acho super interessante essas questões. Tem uma citação de uma ator famoso que diz que ele é 100% hétero HOJE, mas que se amanhã ele ver um cara e sentir vontade de beijá-lo ou ter um relacionamento c ele isso não seria problema.

            Eu meio que penso assim também. Hj não me vejo dessa forma, mas caso aconteça um dia, blz, vamo ver no que vai dar. Aquela velha história “no coração não se manda”

            Talvez esse “preconceito” seja devido aos condicionamentos sociais, por isso seja complicado para quem é bi ter um relacionamento sério com outro homem. Até pq, nós (bissexuais) podemos querer namorar uma mulher hoje, e talvez a próxima relação seja com um homem, e depois outra mulher… nunca se sabe. Entretanto, quando o cara é homo, se ele expor isto pra sociedade os outros homos, aos quais ele se interessaria potencialmente, não o rejeitariam. Os bis já sofreriam preconceito das mulheres, pelo meu ponto de vista. Então acho que essa “dificuldade” vem dai.

            Para mim seria realmente “difícil” me relacionar com outro homem, seria meio que um paradoxo na minha mente. Talvez eu ainda seja muito imaturo para tal.

      3. Eu me descrobi e me aceitei como Bi a pouco tempo atrás. Tenho apenas 16 anos e ainda sou bv. Quando era menor sempre estive ciente de meu desejo por outros caras, desejo sexual, sim eu via apenas como algo físico e nada afetivo, mas lá no fundo eu sabia que tinha algo a mais e que eu não me permitia sentir. Eu nunca soube porque mas eu sempre tive um grande preconceito comigo mesmo a respeito de pensar e ser gay, eu nunca conseguia me imaginar namorando um cara, era mais fácil me imaginar transando com um. Quando fiz uns 14 anos todos os meus sentimento se intensificaram e foi aí que começou a confusão e meu período de auto-descobertas. Aos poucos e com ajuda eu fui percebendo o que realmente eu sentia e não entendia porque reprimia aquilo tudo por caras. Então eu decidi que ia explorar mais esse lado e foi o que eu fiz, foi bem difícil mais aos poucos fui me familiarizando com o universo gay e quando menos esperava eu achava que era gay, eu ja curtia historias romanticas entre homens e passei a me imaginar com um. Então eu vi que na verdade eu não tinha que escolher nada, eu poderia fantasiar com o que eu quisesse e pra falar a verdade depois que aceitei o que sentia por caras eu passei a pensar mais neles que em mulheres tanto afetivamente quanto sexualmente. Parecia que tinha desenterrado algo e era algo novo que eu nunca tinha experimentado e eu gostei. E digo que eu consigo sim me ver com um cara assim como com uma garota. Não tenho isso de preferência, mas se tivesse diria que escolheria ficar com homens, tolvez so por ser algo mais novo, desconhecido e curioso para mim.

      4. Olá sou homem e casado. Mas namoro (amante) um rapaz. Desculpem a frontalidade mas como bi tenho o melhor dos dois mundos, uma mulher maravilhosa, companheira sexo fabuloso, mas para me completar tenho o “amigo colorido” que me completa.

      5. A resposta pra isso não é tão simples, o bissexualismo no homem (dizendo por mim ) tem muitas variantes. Se os héteros gostam de sexo casual, por que um Bi não gostaria?
        Existem muitos aspectos sobre esse assunto, e acredito que muitos deles sejam realmente verdade.
        Existem Bissexuais que só se apaixonam por mulheres e sentem apenas atração sexual por homens, assim como terá aqueles que tem preferência por outros homens mas ainda assim tem atração sexual por mulheres.
        Eu me encaixo nos que não preferem nada, não gosto de me rotular, gosto de relações casuais e afetivas com ambos os sexos mas tudo depende da ocasião e da pessoa é claro.
        Ser Bi é complicado, muitos homens ( imagino que a maioria dos homens bi estejam no armário) para poder ter relações com outros homens fazem isso escondido e nestas condições fica difícil querer ter um relacionamento mais afetivo. Imagino que daí venha esse rotulo de bissexual homem só querer sexo com outros homens.

  7. To vivendo exatamente esse paradoxo, Danilo.
    Complexo mesmo.
    Estou só com ele, logo é sério, mas cada vez que eu falamos namoro, a cabeça dá um nó.
    Como disse acima, é “difícil”, é “estranho”, temos um ” preconceito ” que talvez se explique pelo fato de não querer encarar preconceito dos gays e das mulheres… Tem gente que acha que ser bissexual é ser tarado, promíscuo. Bissexual tem atração e sentimento por ambos os sexos. Confirmar a atração e negar o sentimento é um tipo de preconceito, eu só não sei explicar totalmente porque sinto isso. Heheheh

    1. Cara eu acho que te entendo totalmente.

      Hoje eu estou solteiro, geralmente isso não significa nada pra mim pq minha vida é muito corrida e não caberia uma pessoa nela agora, porém sempre tem aqueles dias de carência…
      A verdade é que comecei a procurar possíveis namoradas, “já to na idade”, e realmente tenho percebido que se eu só focar na minha carreira vou acabar não dando chance pro amor.
      Algumas aparecerem, mas eu me fudi kkkkkkkkkkkkk Não tenho sorte com mulheres.

      Aí entra a questão complicada da coisa. Com mulheres tá sendo difícil… mas com homens é tão fácil, já cansei de ser abordado bor caras bonitos, e/ou bem sucedidos em suas profissões, e/ou pessoas super legais mesmo. O problema é q ainda não consigo me permitir ter esse interesse por homens. Talvez um pouco como você disse: “Confirmar a atração e negar o sentimento é um tipo de preconceito, eu só não sei explicar totalmente porque sinto isso. ”
      Não sei se com um homem eu teria isso que vem me fazendo falta. Minha mente nega essa possibilidade. Ao mesmo tempo minha racionalidade diz que eu posso estar desperdiçando bons momentos.

      Estou em um trabalho de aceitação própria. Estou começando a pensar em me permitir ter algo “sério” com um cara, se acabar rolando. Entretanto acho que ainda assim nada vai rolar pq eu não vou me assumir bissexual.

      Quanto mais penso mais doida fica minha cabeça. Acho que o ideal para mim seria uma relação séria, tipo um namoro composta por mim, uma mulher e mais um cara. Assim seria a solução perfeita para eu ter tudo que gosto.

      1. Vocês ainda frequentam o site? Eu sou parecido como vocês, me sinto isolado, parece que sou o único, iria ser ótimo ter conhecido que estão no mesmo ‘barco’, só amizade, sem nada sexual rs.

    2. João passei por algo igual o teu, a ideia de dizer que namora um homem, não cai a ficha, é um certo preconceito que temos dentro de nós, pior ainda foi quando fui morar com meu namorado e ele me chamava de MARIDO, aquilo era estranho aos meus ouvidos, ser chamado de marido por outro homem. Hoje já consigo encarar de boa, só que o problema meu desta vez é, tenho vontade de me relacionar sério com mulheres, e não sei como encarar.

      1. Gabriel, Halls, amigos, estou de volta!
        Já se passaram quase 5 meses e o namoro continua. Meio turbulento mas continua.
        De vez em quando brigamos, um pouco mais que já briguei em relacionamentos heteros e vou dizer que é por culpa de ambos
        Aquela sensação de 2 meses atrás continua, É incrível a desconfiança que ele tem de mim, chega a confundir bissexualidade com promiscuidade. E eu que achava que o meu “preconceito” em “eu ser gay” era o maior problema.
        E assim, vamos vivendo. Um dilema por vez, vencendo os fantasmas e inseguranças. O sentimento é enorme mas meu palpite é que as brigas vão nos desgastar muito rapidamente e espero compartilhar algumas histórias aqui para que nosso fim não seja esse e que essa minha experiência possa ajudar alguém.

        1. Oi João. Vi q a postagem é antiga, mas vou escrever pra tentar ter um feedback seu… Vi q vc eh bi e que começou a namorar um rapaz q tem problemas em aceitar a sua bissexualidade. Eu também comecei a namorar um rapaz, mas no caso ele que é bissexual. Também tenho tido problemas em entender a cabeça de um bissexual. Gosto demais dele e ele também gosta muito de mim, isso é bem claro. Mas tenho muito medo que ele possa sentir falta de mulher, sexualemnte falando. Vc poderia relatar algo a respeito disso? Como funciona a cabeça de um bissexual nesse caso? Sei q não temos regras, mas gostaria de entender pra não acabar causando problemas com uma pessoa q gosto muito!

  8. Resumindo o que foi dito pelos caras bissexuais: Nós bissexuais não namoramos homens, so mulheres.E foi isso mesmo que eu falei e disseram que eu estava generalizando.E sei que é um preconceito meu, mas vou dizer assim mesmo: Eu não aceitaria namorar um homem bissexual, acho que iria dar um no na minha cabeça, assim como os homens bi ficam pensam em namorar outro homem.So namoro se o cara for homo.

    1. Poxa cara. Oh respeito muito a sua opinião e entendo sim, mas o que vejo é que ainda existem muitos esteriótipos a nosso respeito. Eu sou Bi e sim mesmo com apenas 16 anos já passei pelo processo de auto-conhecimento e aceitação, já fui muito confuso e indeciso mas isso não quer dizer que eu ainda seja ou que todos os Bi’s sejam. O seu comentário/opinião assim como o de muitos outros que acham que não somos capazes de ter um relacionamento fixo ou de que sempre vamos querer tá trocando de sexo, só dificultam ainda mais a nossa situação. Muitos Bi’s não se assumem por causa disso por que se assumissem não aceitariam e não entenderiam isso. Por que tem tanta certeza de que os Bi’s são confusos e te dariam um nó na cabeça? Eu não acho isso não. E outra coisa o meu maior problema era em me imaginar com um cara, eu não conseguia, mas com tempo eu fui aprendendo muito sobre o universo gay e fui me familiarizando e passei a me ver com um cara também. Apesar de nunca ter tido uma experiência tanto com caras quanto com garotas (sim, com 16 ainda sou bv) eu vivi um período horrível de aceitação durante três longos anos, até agora pouco. Hoje eu não importo com o gênero da pessoa porque eu me apaixono pelo o que ela é como indivíduo e não pelo que ela tem entre as pernas, seja homem ou mulher e por isso me considero Bi. Por isso te digo que nem todos são iguais.

  9. Sou mulher e bissexual. Demorei um bom tempo para compreender e aceitar isso, por questões sociais e autopreconceito, reconheço. Já tive muitos amigos gays que diziam: isso não existe, é uma coisa ou outra, o que me deixava mais confusa. Na época, acabei “optando” pelos homens, por quem eu pensava sentir maior atração. Achava que sentir vontade de ficar com mulheres era carência, ou pura curiosidade. Até que, aos 26 anos, rolou com uma amiga. E com o tempo vi o quanto isso é natural e a sociedade está equivocada. Ela mesma disse que não se envolveria mais comigo, pois um dia eu preferiria um homem, mas isso é pura bobagem. Ainda não tive um relacionamento sério com nenhuma mulher, mas sei bem que, se tiver a oportunidade, serei muito feliz e não sentirei falta de nada. Da mesma maneira, se gostar realmente de um rapaz, também não terei motivos para ficar com outra mulher. A questão é muito mais simples do que aparenta. Nós é que complicamos com nossos padrões.

  10. Tenho 14 anos desde sempre gostei de mulheres desde quando me entendo por gente nas o problema e que também sempre gostei de homens hoje estou apaixonado por uma menina, linda, mas ano passado estava bem apaixonado por um menino ele era alegre, inteligente, interessante e muito lindo mas não disse nada porque eu nao sou assumido. Tenho medo da reação da minha família quando souber que sou bissexual.

    1. Cara, sinceramente vc ainda é muito novo pra se “assumir”, ainda falta muita coisa pra vc viver e tal.

      Eu acho que o melhor seria você esperar mais uns anos, ter sua independência e tal antes de tomar uma decisão dessa, mas essa é minha opinião.

      O que importa é você fazer aquilo que lhe trará mais felicidade, mas saiba que você deve arcar com as consequências de suas escolhes no futuro.

      Abç.

  11. Eu sou mulher, casada com homem, temos uma filha de 2 anos. Ele é ótimo, mas sonho em estar com mulheres, já estive com mulheres quando era solteira, mas casei por ter engravidado e achei que realmente era hora de casar, já que meu marido é um homem fantástico. Bom, já tem um tempo que não tenho vontade de transar com ele, faço sem vontade, não sei como explicar para ele, fico inventando desculpas, ele acha que não o amo mais, mas amo, mas não sinto o menor interesse em transar com ele, olho garotas no metrô, na rua e gostaria de me relacionar com elas, mas não faço porque gostaria muito de ser uma mãe, esposa, tudo certinho, mas já vi que não vou me curar.

    1. Olá! preciso muito de alguém q tenha experiencia neste assunto, pois estou completamente apaixonada por uma mulher.
      Preciso de ajuda, sou casada a mais de 14 anos.

  12. Olá, sou homem, heterossexual, casado há dez anos, três filhos, vida estabilizada em todos os sentidos, bom emprego, etc e tal…, fui surpreendido com uma confissão da minha esposa, ela se apaixonou por outra mulher, prefere até largar de mim e terminar o casamento, nosso lar, se eu tentar impor à ela a escolha, eu ou ela. estou destruído psicologicamente e emocionalmente, por favor me ajude. o que devo fazer ou como agir, eu amo ela demais e amo nosso lar, a vida em família, más agora sinto que ela não é mais apaixonada por mim como antes. tá difícil más confio em vocês. me ajudem por favor.

    1. Cristian, para quem está de fora é difícil opinar, mas pelo que escreveu a ama de verdade, só do fato de não tê-la desprezado quando a mesma lhe contou o que sentia. Mas um conselho… respeite-a, digo isso por conta própria, se ela quer algo sério com outra pessoa, deixe-a ir….se forçá-la a ficar, ela pode até ficar, mas aí vem o rancor a tristeza, as brigas…e em relação a família tudo dá-se um jeito com uma boa e longa conversa, melhor sermos felizes e amigos separados do que inimigos infelizes juntos.

    2. Christian, vc tem sorte de sua mulher ser sincera e se abrir com vc. Se ela não o amasse ela simplesmente lhe deixaria pra ficar com a mulher ou te trairia sem remorso. Ela não quer optar entre um e outro, ou seja, ela quer ter os dois, cabe a vc decidir se aceita a situação ou não. Vários homens achariam isso uma maravilha… Caso a outra mulher tbm seja bi, vcs podem ter um relacionamento a 3. Não tô falando só de sexo não, sou bi e eu e meu marido já tivemos uma namorada, nós 3 tínhamos sentimento uns pelos outros, só não durou muito porque ela nos deixou num momento de raiva e depois quis voltar, ela tinha uns comportamentos que nos chateava, ficava brigando, enfim a relação se desgastou… Mas eu e meu marido estamos cada vez mais unidos. Nem todo mundo se encaixa na monogamia, que é uma convenção social…

    3. Minha opinião é que bissexual é alguém que sente atração por ambos os sexos. Concordo que nem todo bissexual quer sexo a 3 ou ter um relacionamento com mais de uma pessoa, porém também existem os que querem… Não dá pra rotular o que a pessoa sente ou deseja só pela sua orientação sexual. Assim como há héteros que não são monogâmicos, há pessoas bi que também não são. O que importa mesmo é a sinceridade com o parceiro, não concordo com enganação, traição… Eu sou bi e casada com um homem, e foi o meu marido q me fez descobrir o desejo por mulheres. Eu gosto de ter os 2 ao mesmo tempo, já tivemos uma namorada, mas não deu certo por muito tempo. Amo meu marido, mas sinto falta de ter uma garota, mas não quero sair transando com qualquer uma por aí, tem que rolar química e tem que gostar do meu marido também.

  13. Ola,sou mulher,tenho 35anos e sou casada,gostaria mui o de saber se existem pessoas como eu…Bom sempre tive um atrativo por mulher,porem,sempre achando que por ser mulher era normal avhar mulheres bonitas,feias,sei la….um dia qd estava no colegio,falei com uma amiga que eu achava que era sapatao,pois me exitava muito assistir filmes porno com mulheres….ok..passou os anos e entre um e outro namoro,casei…tenho dois filhos e 13anos de casada…Um dia conversando com meu marido sobre desejos sexuais ele me disse q tem vontade de sair com duas mulhere,nao fiquei abalada,mas um pouco preocupada em se ele fizer isso e gostar da outra mais do q de mim…ok…ai ele falou q teria q ser eu e outra,mas como assim eu com outra???pois bem esse meus penpensamentos me fez lembrar que eu tenho uma vontade guardada dentro de mim…tenho varios amigos gays e sapatao,mas nenhum pode me ajudar…foi qd resolvi ir na parada gay aq da minha cidade,antes eu ia mas so pra curtir…dessa vez fui sozinha,e algo ilario aconteceu comigo,tive o praprazer de conhecer uma garota,foi entao q resolvi deixar o momento me levar,pra mim se eu conseguisse pelo menos beijar uma pessoa do mesmo sexsexo ja me deixaria mais segura do que eu queria e sentia,rolou meu primeiro beijo com alguem do mesmo sexo….ufa adorei,vim pra casa e contei tudo pro marido…ele curtiu,ainda nao chegamos ao fotor direto,ela veio em casa conheceu meu marido,os tres tivemos prazeres em se conhecer melhor,e estamos conversando sempre…resumo:hj eu me considero bi,vou ter minha noite de prazer com uma mulher e junto de meu marido q amo muito…espero ter varias noites assim sempre com meu marido do lado,e se der com a mesma pessoa q estamos conversando…estou sentindo um carinho muito gostosa por ela,e juntando o desejo do marido…espero q tenha cacasais como eu,ja vi parecido mas sempre querem sair sozinhos..sem a companhia do marido…se eu fosse solteira pensaria assim,mas sou casada e ambos estao se realizando sexualmante,entao pq nao fazermos juntos…bjss a todos…

    1. Te entendo perfeitamente Manu. Gosto do meu marido mas também gosto de garotas, tanto fisicamente quanto de forma sentimental. E adoraria encontrar uma namorada para nós, alguém que fosse compatível, gente boa, e que rolasse uma quimica. Bom, quem sabe uma hora role não é mesmo.

  14. Gente,estava vendo alguns comentarios,vou dar minha opiniao,posso estar erreda mas é minha opnioa…ok eu acho que ser bi,é gostar de ambos os sexo…se vc é casada com homem e tem vontade ou deseja sair com uma mulher,vc é bi e vice versa…agora falar que vai deixar seu casamento pra ficar somente com um relacionamento do mesmo sexo,pra mim ja deixou de ser bi,vc esta começando a entrar em um relacionamento de lesbica ou gay…vc optar por viver com uma pessoa do mesmo sexo,pra mim nao é ser bi…agora vc acaba seu casamento,destruindo sua familia,sem pensar em seus filhos,como se vc estivisse sozinha…pra viver um outro relaconamento com pessoas do mesmo sexo,mas ainda sentindo atraçao por sexo oposto…entao continue casada…se nao quer mais ficar casada,entao o problema eé vc nao quer mais seu marido,por que outro homem vc vai querer…????eu acho q tem muita gente confusa que estao agindo antecipadamente…converse com seus maridos ou mulheres…se entendam antes…pensar na familia vem em primeiro lugar e digo isso principalmente pelos filhos…sou bi,curto mulher,meu marido sabe,nao me imagino sair com outra sem a presença dele,mesmo ele permitindo…nao posso falar q sou bi,por respeito aos meus filhos…mas tem varivarias maneiras de se divertir sem magoar ningue…pensem bem galera…viva mas pense antes de agir…agora se o compnheiro ou companheira nao te aceitar assim,vc tem todo direito de escolher oq vai ser melhor…

  15. Gente, meu nome é Ítalo Rodrigues” e eu lendo alguns comentários eu resolvi deixar um pouquinho da minha Historia.

    sempre gostei de garotos e garotas dês que eu me entendo por gente. sou cristão protestante (Evangélico, ou crente) como preferir, todos os anos tinham retiros de carnaval e sempre estava presente em todos, lá tínhamos a hora de laser que nos reuníamos na piscinal e brincávamos muito, sempre na piscina eu via um garotinho loirinho que me chamava a atenção. Eu com 16 ele com 14 a 15 anos não me recordo, e sempre trocávamos olhares e sorrisos, sempre que chegávamos perto um do outro eu era tomado por uma timidez que eu conseguia falar pra ele -você é muito lindo.
    a tem algo que preciso enfatizar ele é Surdo… Sim ele é surdo e eu me comunico com ele por meio da linguagem de sinais brasileira (LIBRAS) nunca falamos o que sentíamos um pelo outro e como o mundo é pequeno e não existe nada que não pode ser revelado eu cheguei nele a 5 meses atrás hoje eu com 23 anos e ele com 21 falei o quanto eu o amava e sempre fui apaixonado por ele, com um gesto lindo ele fala que sempre foi apaixonado por mim tbm. pra terminar estamos namorando a 5 meses e estou totalmente realizado. tenho certeza que Deus quer minha felicidade e que ele nunca deixo de cuidar de mim. não me vejo totalmente gay por conta que sinto muita atração por garotas mas como um garoto falou ali em cima o Yuri, eu não sou de me rotular, sou um ser humano que ama independente de sexo.

  16. Manu amor descordo totalmente do seu pensamento.Sou bi descobri quando tinha 16 ano meu primeiro beijo com mulher,foi lindo e complicado pois ela era minha melhor amiga,lésbica assumida e eu não sabia o que era ,chorei por semanas porque não queria ser lésbica na minha época ser bi,gay ou lésbica era muito mais complicado que hoje .Hoje com 32 dois anos sou casada com homem ,porém gata continuo a desejar outras mulheres,nunca trai meu marido com homem ou mulher mais já passei por situações complicadas com meninas.Mais como disse o desejo por mulher me enlouquece sei que em algum momento vou cair porque ninguém é de ferro .E isso é muito difícil para o bi em algum momento da vida sentimental e sexual o bi ira sentir falta de homem ou mulher,

  17. Lendo o comentário de Manu, fiquei pensando: quando é que um homem vai poder dizer pra esposa que ele é bissexual, que beijou outro homem e ela vai gostar? Quando uma mulher vai liberar seu marido bissexual pra se relacionar com homens mesmo sem ela por perto? Acho que vai demorar ainda alguns milênios.Por que a maioria das mulheres, mesmo as bissexuais, são tao machistas e preconceituosas com relação a homossexualidade masculina?

    1. Sempre me faço essa pergunta.

      As restrições em relação ao homem bissexual são muito extensas. Isso complica demais a auto-aceitação de nossa condição.

      Eu sou um sortudo, sou casado com uma mulher maravilhosa que me aceitou e até me apoia em algumas situações, mesmo eu tendo ‘descoberto’ isso muito tempo depois de casado.

      Quero dizer com isso que essas mulheres existem, mas são muito raras. Gostaria que fosse diferente.

      1. Eu acho que são mais as pessoas mesmo, tipo, será que um casal de homens gays, uma das partes iria aceitar que seu então namorado, fosse bi? Já li relatos de rapazes bissexuais que namoravam outros rapazes, onde os mesmos morriam de ciúmes por o namorado ser bi, isso quando era caso de um rapaz bi, namorar tanto moças e rapazes e ambos os gêneros morrerem de medo de serem traídos com o sexo oposto, então, a questão são as pessoas realmente, não apenas mulheres em si.

    2. Nem toda garota é assim Rui. Eu sou Bi e meu marido é hetero. Até já pensei que ele poderia ser bi, mas ao que me parece ele não é. E sempre deixei bem claro que o aceitaria do jeito que ele fosse, mesmo se fosse bi também. E que eu seria sua maior companheira, permitindo que ele tivesse as suas experiências (desde que com regras pré combinadas), e talvez até um relacionamento mais emocional com outro cara. E mesmo que ele se assumisse para mim gay, poderíamos entrar em algum acordo para mantermos um casamento de fachada apenas para a família, desde que ambos estivessem de acordo.

    3. Fale por você, querido. Queria tanto que meu namorado fosse bi, seria muito mais fácil se ele conseguisse compreender ou vislumbrar essas diferenças. Sinto falta de ficar com mulheres, mas sei que se tentar explicar isso pra ele, muito provavelmente ele fique ofendido. Não sou fã de menages e se fosse pra abrir o relacionamento ou abriria pros dois lados ou pra um só e ninguém sairia perdendo.

  18. Pessoal, lendo o texto e os comentários, quero parabenizar a todos pelo enriquecimento desse bate papo e exposição de opiniões! É extremamente complicado para um homem Bi expor para sua mulher ou sociedade que curte homens assim como curti mulheres… Sou casado há 5 meses, e amo minha esposa acima de qualquer coisa, sou o homem mais feliz do mundo! E apesar dessa felicidade transbordar na minha vida, não consigo parar de me sentir atraído e desejar homens e outras mulheres a todo momento… A ponto de me sentir um monstro por desejar sexo com outra pessoa que não seja a minha esposa! Estou a ponto de ceder e transar com um cara lindo que há muito me paquera, mas claro, tenho resistido as investidas dele, porém, quero muito ficar com esse homem! As poucas vezes que tentei tocar no assunto com minha esposa sobre bissexualidade (aproveitando o tema dessa novela que está no ar, José Mayer…), a mesma se mostrou indignada com a atitude dos dois, dele e da esposa que aceita! Enfim, sem chance de me abrir com ela! Acabo querendo suprir esse desejo transando com ela todos os dias, mas a mesma não consegue, e no máximo consigo transar duas ou tres vezes na semana… Não quero traí-la, mas tb o meu desejo está cada vez falando mais alto!!! Claro, que não estarei mais vivo, como os colegas acima falaram, levará milenios ainda para a sociedade aceitar com mais naturalidade a bissexualidade masculina como ja se aceita a feminina! Enfim, esse é o meu dilema e minha confusão sexual, muito bem definido sentimentalmente, mais na total confusão no ambito sexual…
    Abs

    Fábio

    1. Namoro há quase três anos um rapaz e ele me falou sobre o passado dele, no inicio foi estranho mais depois não vejo problema. Já deixei claro pra ele que pode ter relação com outro homem, usando proteção, afinal nunca darei o que outro homem pode oferecer. Nossa relação é muito boa e somos felizes, ele diz não ter ficado com ninguém, mas não tenho certeza e acho até melhor não saber. Nunca encontrei alguém na minha situação pra poder trocar ‘experiencia’ lendo os comentários gostaria muito de conversar com o Fábio.

      1. Oi Laila! Tudo bem? Eu li o seu comentário e me surpreendi, realmente você é especial em aceitar o seu namorado como é, acredito que seja muito saudável a relação dessa maneira, com tudo as claras, sonho com o dia em que minha esposa se mostraria com a mente mais aberta a ponto de poder tocar no assunto com ela e quem sabe poder escancarar toda a verdade pra ela em relação aos meus desejos secretos… Fique a vontade para perguntar o que quiser… abs

        1. Oi Fábio, tudo bem? Me encontro numa situação parecida Tb. Sou casada a 5 anos e meu marido é bissexual. Antes do casamento descobri que ele teve alguns relacionamentos com homens. Acabei engravidando e casando. Sempre acreditei que o que passou passou e que isso não iria se repetir. Descobri depois de um tempo de casada que ele entrava em sites masculinos e até chegou a conhecer uma pessoa. Fiquei arrasada Pq até então não entendia a bissexualidade. Pra mim ele tinha deixado de ser gay Rsrs. Perdoei mas nunca consegui me entregar de corpo e alma no nosso relacionamento. Eu o amo demais e não imagino a minha vida sem ele. Porém , essa semana resolvi entrar nesse assunto com ele. Só pra deixar claro ele Tb do que me ama e que é muito feliz comigo e com a família que construímos . Ele falou abertamente sobre a sexualidade e disse que a atração sempre vai ter, mas que ele tinha feito a escolha de ser feliz ao meu lado. A todo momento fico insegura com medo dele acabar me trocando por outro!! Minha vida vive em função de descobrir o que ele sente realmente por mim, mesmo ele me dizendo que me ama e que eu sou a mulher da vida dele. Me pego pensando o dia todo na possibilidade dele me deixar ….

    2. Fabio , também tentei usar o beneficio de ter uma caso na midia para tentar abrir a mente da minha esposa. Ainda não tive coragem de contar a ela que sou bi , estamos casados a 7 anos e acredito que não vai acontecer. Sempre soube desde de sempre que eu tinha algo diferente, e quanto mais o tempo vai passando, maior é o desejo de ficar com outras pessoas. Não sei se é com todos , mas, depois que bebo alguma bebida alcoolica a vontade quase grita de dentro pra fora, já cheguei ao ponto de ficar com um cara na balada escondido de todo mundo( só beijos) e correr pra minha esposa após . me ajudem….

      1. Joe, é realmente muito complicado nossa situação. Pelo que percebi no seu comentário, a situação é bem parecida com a minha… Também tenho o desejo triplicado quando tomo umas e outras, rs… Mas não vejo perpectiva de que um dia minha esposa abrirá a mente para qualquer situação que fuja do normal em nosso casamento! È meu amigo, teremos que aprender a lidar com a situação! Podemos trocar emails sobre nossas experiências e nossos desejos! Fique a vontade, abçs

        1. Fábio, não acho que o problema principal seja a sua sexualidade nesse caso. Você está alinhado com os seus desejos, o problema está no formato de relacionamento que você escolheu. A gente quando está apaixonado acaba por aceitar essas normas, e isso não está errado tb. Mas o fato é que para vc se sentir completo você teria que namorar uma mulher que soubesse e aceitasse ter um relacionamento aberto.

          Alguns bi’s, pelo que eu tenho lido, preferem manter o relacionamento restrito a duas pessoas e outros não. O fato é que somos todos diferentes então precisaríamos achar pessoas parecidas com a gente na maneira de ver a vida e os relacionamentos.

          Eu estou passando por uma fase difícil, meu namoro de dois anos está por um fio pq meu namorado assumiu que sente tesão por homens também. Eu aceito isso completamente porém ainda não sei como vou lidar com a questão do relacionamento. Eu não tenho vontade de ficar com mais ninguém, e sempre fui muito fechada para estranhos, então não sei se conseguiria manter um relacionamento com mais gt (porém não sou fechada a idéia de tentar). Ao mesmo tempo entendo a necessidade dele mas também não sei se aceitaria umas puladas fora do nosso relacionamento.
          É bem confuso para quem é novato nesse mundo, como eu que sou hétero. Como estamos sem nos falar essa semana pq ele está pensando sobre a sexualidade dele, eu já tive mil crises, mas por sorte tenho uma melhor amiga que é casada com um homem, sempre foi bissexual e ele permite que ela, quando não aguente, dê umas puladas, contanto que seja carnal. Ela já foi apaixonada por meninas tb, mas ela é visivelmente louca por ele hoje, mas me disse que o desejo por meninas aparece as vezes e que ela agradece a deus por ele entender e permitir.
          Eu tenho pensado muito nisso e se eu aceitaria isso com meu namorado, mas é difícil pra quem não tem essa necessidade entender.
          Então acho que a solução mesmo seria em você achar uma mulher que te entendesse ou conversar com a sua mulher e se abrir, mas por favor, se vocês tem um acordo monogâmico, não a traia, você estará desrespeitando quem mais te ama.

        2. Se você é assim porque se casou?Porque não ficou solteiro,pois sem compromisso você pode ficar com um e com outro. Sem arrastar uma pessoa inocente pra essa teia .Ou então ter a descência de falar com sua futura esposa que você é Bi.Pois ela tem o direito de escolher se quer ou não ficar com o Bi.Sejam honesto tenham carater.

    3. Acho que você deve conta sim a sua esposa que é bi, e conversa com ela sobre ter mais relações sexuais com ELA.
      Mas não concordo em vc sai traindo sua esposa, pois traição é falta de caracter.
      Uma coisa é ser bi, outra coisas é falta de respeito, pois se escolheu sua esposa, deve ama- lá e respeita- lá, e as suas relações sexuais se resumem a serem realizadas com ela, que foi a pessoa a quem você escolheu.
      Pois se não queria ter apenas um parceiro, deveria não ter casado.
      Sou BI, mas sou monogamico, acredito que seja pelo fator traicao que não somos muito bem aceitos em pelas pessoas, nem todas têm preconceitos, apenas não querem ser traídas, digo isso, Pq tb namoro uma outra pessoa BI, sou H, e ela eh M, e descobrir a poucos dias que ela me traia, tanto com homens e como com mulheres, sempre formos sinceros em questão da nossa sexualidade, e sempre deixei claro para ela que eu era monogâmico, e ela aceitou está condição sem questionar, e até disse ser monogâmica tb, não gostei de ser traído, estou tentando perdoar, mas ta difícil, pois sou BI, entendo os desejos dela, pois tenho os meus, porém eu me seguro e nunca a trair, é difícil mas é o preço que se paga para se ter alguém ao seu lado que valha a pena, não entendo como ela conseguiu me trair, pois sempre acreditei que par nós homens é mais difícil de se segura do que para as mulheres, e eu fui fiel.

      1. Olá Bruno… obrigado por seu comentário e sua opinião! Também não concordo com traições, por isso a minha luta contra o desejo que tenho sentido fortemente por outras pessoas, sejam homens ou mulheres! Você é um cara de sorte, poder abrir para sua namorada sua sexualidade e ela aceitar de boa, realmente é para poucos… Eu não consigo ver a mínima possibilidade de que um dia poderei compartilhar com minha esposa essa situação, por enquanto, o que mais tenho feito é muito amor com ela, com isso tenho contido todo esse desejo! Um grande abraço e obrigado

        Fábio

    4. Nossa quanta safadeza,tá com mulher quer homem tá com homem quer mulher,chega a dar NOJO.Não se satisfazem nunca.Só espero que tenha a hombridade de não trair.Porque traíção é coisa de mal carater.

  19. bom meu nome é Kleber moro numa cidade próxima a capital de São Paulo, tenho 18 anos e descobri que sou bissexual aos 15 e sendo sincero eu não tenho mais cabeça pra ficar pensando nisso cansei de ficar entrando em discussões psicológicas comigo mesmo (a ponto de ficar parado me perguntando por que eu sou bissexual,por que eu me tornei isso e pra que), em um dia do mês passado acordei de madrugada e fiquei sentado na cama e decidi que a partir daquele dia eu iria levar minha vida normal como se fosse um rapaz comum, porem não foi fácil na mesma semana eu estava no ônibus indo pra natação quando em uma parada entro 2 amigos gays em especial um me chamo a atenção e pelo modo como a gente troco olhares ocorreu o mesmo com ele,sempre pegamos o mesmo ônibus 2 vezes na semana, e desde então a gente sempre troca olhares mas só fica nisso (ate por que eu sou tímido e não tenho coragem de ir conversar com ele) as vezes é meio constrangedor pelo fato de eu não ser assumido ainda e querer manter minha postura de hétero, o fato é que ele me chama a atenção de um modo que não consigo explicar hoje mesmo ele não tava no ônibus somente o amigo dele e senti a falta dele de certo modo, mas ontem eu estava no mercado quando passo uma moça na rua era morena cabelos longos bonitos,rosto angelical,olhar sedutor e tinha seu próprio estilo de se vestir e na mesma hora fiquei apaixonado porem me veio na mente o rosto do rapas e mais uma vez minha mente entro em conflito voltei pra casa e fui dormir pra tentar esquecer tudo aquilo.

    Realmente eu não sei mais o que fazer

  20. Como entender a mente de um bissexual? Resposta: SENDO UM!! Mas é complicado, pois rola muita confusão de sentimentos, mas não temos culpa disso!! E tenho quase certeza que muitos gays e lésbicas rezam cada e todos os dias para não se descobrirem como um, senão, passar]ao pelas mesmas coisas que nós passamos, mas isso não se escolhe.

  21. eu não sei se sou Bissexual,ando confusa… tipo namorei com um cara durante 1 ano e 8 meses terminamos a 4 semanas e faz algum tempo já q apareceu uma garota que sei lá, simplesmente me faz bem.. obs: ( nunca fiquei com ela, é mais conversas, abraços, Sentimento) só q n é sentimento de amiga, irmã é um sentimento diferente, estranho, e sim eu estou me sentindo confusa não me entendo mais.ela é bissexual.
    já teve casos tanto com garotas e garotos.. mais o caso n é esse de sera q vai rolar, é o caso de eu não conseguir entender, medo por conta da sociedade, fora que eu sou a unica filha menina da minha mãe, tenho 2 irmãos, sempre fui muleka quando era criança, soltava pipa, jogava bola, brincava de boneca também, mais gostava mais dos carrinhos, brigava na escola kkk, só q isso foi coisa de criança nunca pensei q poderia sentir algo por alguém do mesmo sexo que eu, ai gente estou me sentindo uma estranha :'( é uma merda viver uma mentira fingir ser a menininha perfeita e estar gostando de outra menininha perfeita :/

    1. Oi Duda, estou na mesma que você! Ando totalmente confusa, namorei por mais de 4 anos com um menino e o amava, de verdade. Ultimamente tenho saido muito com minhas amigas, e em uma dessas saidas me senti totalmente atraida por uma menina, pelo seu olhar, seu jeito. Nós só trocamos alguns olhares mas nada de mais, De repente descubro que ela faz parte de um grupo de amigos que tenho e para minha suspresa ela me achou e me add no facebook, Começamos a conversar e comecei a demonstrar meu interesse por ela. O grande problema é que ela tem namorada, fiquei arrasada 🙁 Principalmente porque fiquei com ela mesmo sabendo disso, estou super mal, principalmente porque quero me descobrir, mas a única pessoa do mesmo sexo que consigo sentir atração é ela, não consigo me imaginar com mais ninguém. Estou totalmente confusa e morrendo de medo por estar apaixonada por essa menina! Nós só ficamos uma vez, foi encantador, nunca pensei que me sentiria assim, porém, minha consciência pesou demais! Me ajudeeeeem, preciso me descobrir e estou me apaixonando por uma menina comprometida, como vou me descobrir com outra que não sinto atração? ela foi a única 🙁

  22. Eu tenho 17, e ainda não me assumi como bi. A verdade é que não me relaciono com homens porque tenho medo. Medo de descobrir que (me desculpem se expressar algum preconceito, mas não estou generalizando) eles agem de forma totalmente exagerada. Eu não julgo uma pessoa por sua sexualidade, mas por sua forma de agir. Como bissexual, eu procuro alguém discreto (tanto homens quanto mulheres). Sinto muito, mas uma personalidade extravagante me deixa constrangido e isso é mais comum em homens. É por isso que, falando por mim, eu sou mais seletivo em relação a homens. Eu sei que nem todos os homens “não-hétero” são assim, mas não tive o prazer de conhecer tal pessoa.

  23. Primeiramente,parabéns pelo blog,pois ajuda a muita gente.Tenho mais de 40 anos e sinto atração por homens e mulheres desde a minha infância e adolescência.Mas por ser de uma família muito conservadora e religiosa,reprimi muito desses desejos,apesar de ter tido poucas experiências.Me apaixonei por mulheres,tive relacionamentos sexualmente e afetivos muito intensos com elas,mas sempre continuei me sentindo atraido por homens.Só perto dos 40 anos me permiti ser penetrado por um homem,experiência que se repetiu mais duas vezes e após muita terapia,me aceito como bissexual.Estou mais na fase gay,pois já tive muitas relações com mulheres.Tudo é uma descoberta.Não me sinto seguro para compartilhar com meus amigos e familiares o que sou,só falo com minha terapeuta,mas o simples fato de me aceitar como bi tem sido libertador e me permitir toda forma de amor,hoje,depois de anos de angústia e sofrimento,me faz mais feliz.Obrigado…

  24. Olá, meu nome é Eduarda, tenho 16 anos.
    Fiz um texto ENORME, sem querer foi excluído!!! Qualquer dia escrevo a minhas dúvidas e experiências com vocês, e espero que amenize essa angústia que estou sentindo ultimamente 🙂

  25. Olá.
    Sou heterossexual, casada a 11 anos e com uma filha de 7.
    Descobri a dois dias que meu marido é bissexual, fiquei desesperada( e ainda estou). Ele diz que me ama.
    Eu também o amo, sinto um puco de vergonha dessa situação, estou com os pensamentos confusos.
    Alguém pode me ajudar????

    1. Maria meu mundo caiu, dia 4/1/2016 meu filho diz: Mãe sou bissexual e preciso do seu amor, sofro desde os 13,anos com.esse dilema, não é uma escolha. Ele tem 19, anos so se relacionou efetivamente com mulheres, sexualmente talvez com garotos, me disse que não está preocupado, não sabe do futuro, mas não tem medo, mas definitivamente é bissexual. Sabe o medo que eu tenho? Ele no momento esta de paquera com uma estudante da mesma universidade que ele estuda, segundo ele os universitários são mente aberta, no meu pensamento hetero eu ficaria triste de saber que meu marido pudesse sair na rua e se apaixonar por um homem, estou terrivelmente abalada, criei uma imagem totalmente hetero do meu filho, fico pensando o que aconteceu, mas segundo ele nasceu assim que a culpa não é minha. Descobrí o quanto sou preconceituosa e a diversidade sexual me apavora, vou deixando as águas levarem meu barco e pedindo a Deus proteção pro meu filho amado. Acredito que posso imaginar seu sofrimento descobrindo um marido bissexual, imaginando ele transando com homens, eu como mãe fico doente, mas ele disse que é tudo preconceito que eu tenho que me esforçar para vê o mundo de uma maneira diferente, ainda não contei pro pai dele, mas meu filho disse que pode falar, pois definitivamente ele já sofreu todos os dilemas, eu acho que não, só o tempo vai dizer. Me sinto triste pois aos 15 anos ele pensou em suicídio, eu me pergunto, onde eu estava? Mas ele só se relacionou sexualmente aos 18 anos, ele me disse: Tudo vou lhe falar porque é minha mãe e nada vou esconder, apenas me ame e diga que vai dar certo.

  26. Então…. Cheguei da faculdade e vi no histórico do PC, que ele tinha visto vídeos de sexo com travestis ele negou . Duas semanas depois…. Cheguei da faculdade e fui checar meus emails um skype “secreto” que já não é mais secreto….. Estava aberto, li todas as mensagens, li sobre os encontros…. Fiquei em choque… Afinal ele se dizia tao machão….. De lá pra CA não consigo nem comer e nem dormir pensando que vivi uma mentira 11anos, pensando se ele está comigo só por aparências. Estou muito confusa…. Tenho pena dele também, me coloco no lugar dele sabe. Eu o amo demais, mas não consigo olhar pra ele direito, estou muito magoada
    Nunca fui preconceituosa se ele tivesse dito antes acho que eu entenderia melhor.

  27. Olá, meu nome é Henriques, sou heterossexual ,23 anos. Bom nunca havia tido uma relação com o outro homem e acabei tendo, apenas oral passivamente*, na hora sim eu fiquei até excitado, mas depois que terminou me bateu um arrependimento, eu fiquei pensando no que eu fiz, me senti mau como se tivesse feito algo errado pra mim. Eu não tenho atração nenhuma por homens, não acho bonito, nem tenho vontade de me relacionar, de beijar, etc… Tenho vontade de me relacionar apenas com mulheres. Só que acontece que no momento fiquei excitado, mas depois me bateu uma espécie de frustração. O que vocês acham disso? o que devo fazer? Esquecer, levar numa boa como uma experiencia ruim ?
    Abraços.

    1. Olá, Henrique, tudo bem?
      Primeiramente, se você não se interessa realmente por homens, sem crise. Foi apenas uma experiência. E posso ser sincera? Por que você achou que o momento foi ruim? Por puro preconceito. Se na hora você teve prazer, por que só depois julgou ter sido ruim? Machismo e preconceito.

      Se você pensar nessa situação apenas como mais uma experiência sexual, não verá como algo ruim. Aconteceu, na hora foi bom, mas você não tem vontade de se envolver mais com homens. Ponto final. Se a vontade voltar, então você faz uma nova avaliação.

      Acho que seria interessante ver o debate de alguns homens nesse post:
      http://blogsoubi.com/2015/05/o-homem-bissexual-que-so-quer-namorar-com-mulher/

      Abraços!

  28. Olá Maria! Tudo bem?
    Olha meu anjo, eu acho que você antes de tudo deve manter a calma e o equilíbrio e ter uma boa conversa com o seu marido. Mas não com acusações de ambos os lados. Apenas uma conversa sem nenhum atrito e bem aberta de vocês os dois. Para que ele veja em você a confiança que talvez ele sempre precisou e nunca teve, de alguém. Se você o ama, irá dar essa chance dele se explicar pra você, mas o deixe bem a vontade para fazer isso. Um bom papo entre o casal, é uma das melhores terapias para chegar ao entendimento não só de uma das partes, mas das duas. Tente ouvi-lo Maria e que ele também a ouça e igualmente respeite as suas posições.
    Diálogo entre vocês meu anjo, MUITO DIÁLOGO!!!
    Qualquer coisa estaremos sempre aqui!!!

    Beijos no seu coração e boa sorte!!!

  29. Oi, eu tenho 16 anos e conheci recentemente uma menina eu me apaixonei de cara por ela e não sei se é reciproco, alem disso fiquei sabendo (de fontes seguras) que ela é bi. Sempre que tento falar com ela parece q sou retardada pq só falo besteiras e ela ri mas não sei se é uma coisa boa, tem alguma dica pra mim chegar nela e conquista-la? Obrigada pela atenção!

  30. Eu sou bissexual e gosto mais de mulheres, mas, tive um amigo o qual amei e amo; com esse cara vivi mais de cinco anos. E sentia vontade de ficar com mulheres, conversei com ele a respeito, mas, nunca fiquei com outro alguém estando com ele. Nos separamos a família dele ajudou bastante para isso acontecer, como, as mudanças dele, a falta de carinho dialogo, assim me mudei da cidade e conheci uma mulher muito legal ficamos por algum tempo e percebi que sinto muito mai prazer com mulher, mas, não posso me enganar amo aquele homem e penso nele o tempo todo.

  31. Oi meu nome é cristina. Sou casada há 5 anos, mas desde sempre me interessei por mulheres. Meu marido sabe disso desde que namorávamos, mas as vezes este pensamento fica mais forte e fico falando sobre isso o tempo todo, ou então, como agora, fico procurando uma razão ou solução para meu desejo com mulheres. Nunca fiquei com nenhuma mulher mas ja me interessei por varias. Nao tenho coragem de falar pra mais ninguém minha vontade, ate pq minhas amigas são comprometidas ou então são preconceituosas. Entrei em grupos que falam sobre o tema, mas não encontrei ninguém que se encaixa em meu perfil. A maioria das mulheres quer se casar, formar família, ou só curtir, sem compromisso algum. Não sei, mas acho que no meu caso se encaixaria um meio termo pois meu marido aceita a situação, mas acredito que nao seja caso de essa pessoa morar coma gente.
    Nao sei o que fazer nem pensar. Muitas vezes me censuro, por ser uma pessoa casada e ficar com estes pensamentos.

  32. Oi, meu nome é Mary, namoro um homem de 46 anos a 5 anos, sempre achei ele um pouco delicado, mas nunca desconfiei de nada… Quando comecei a ficar com ele, o primeiro ano, ele era amante de uma mulher casada( segundo ) ele me disse e peguei algumas ligações dela pra ele…. Enfim esse assunto foi encerrado e acho q ele não tem mais nada com ela…. No segundo ano de namoro, fomos em um sex Shop comprar alguns brinquedos, ele escolheu três pintos, a princípio não entendi, mas era pra eu usar nele, fiquei confusa, mas realizamos algumas fantasias. Ele tem um amigo na mesma idade q ele, que nunca casou e vive se relacionando com mulheres mais velhas, ele é super delicado e com traços de gay, são amigos de infância e acho q os dois estão juntos, minha segunda intenções diz isso, meu namorado como ele não querem casar e acho q não se assumem por preconceito, amo muito ele é se ele me falasse a verdade eu até poderia aceitar, mas não Adímito ser enganada! Me ajudem, estou ficando louca.

  33. Olá Mary! Tudo bem?

    Hummm…, realmente querida, você deve estar com a cabeça cheia de grilos e até confusões, com relação ao seu namorado, ao qual vocês mantém uma relação há um tempo considerável. Olha meu anjo, vamos por partes, como já dizia Jack o estripador rsrsrs…, com relação a ele ter ido a sex shop com você e ter comprado alguns consolos para que vocês curtissem algum tipo de fantasia sexual mais picante, mesmo que você tenha bancado a ativa e penetrado ele com esses acessórios, não tem nada a ver com homo e eu acredito, com bissexualidade também, pois é um casal hétero experimentando coisas novas na intimidade de quatro paredes. Qual o problema de o homem heterossexual (se for o caso dele), ser penetrado por você, usando os dedos ou até mesmo acessórios sexuais? Independente de ser heterossexual, homossexual, bissexual… a região anal, quando estimulada corretamente e sem culpa cultural alguma, é extremamente prazerosa tanto para mulheres e principalmente para os homens, se levarmos em consideração a próstata e as sensações de prazer que ele pode causar quando bem estimulada. Dito tanto por médicos quanto sexólogos. Em outras palavras, esse fato não tem nada a ver com orientação sexual!
    O fato de ele ter amigos – e nesse caso como você mesma colocou, de infância -, com trejeitos efeminados ou que sejam gays ou algo mais, também não tem nada a ver, no tocante a influenciar a orientação sexual de pessoas com quem se relacionem. Creio que hoje em dia, não há o porquê levar em consideração tais pensamentos e dúvidas. Cada um de nós tem a sua individualidade e também o fato de a pessoa ter uma certa idade e ainda não ser casada, não justifica que ela seja taxada ou rotulada de homo ou bissexual ou qualquer outra coisa. Isso na verdade não passa de herança Histórica e cultural que teve início com o machismo patriarcal e depois até ligado ao feminino, no que diz respeito a muitas mulheres que são até mais machistas que muitos homens. E demais a mais, gestos corporais e verbais que destoem daquilo que é pregado pela chamada heteronormatividade, geradora de preconceitos, também não tem nada a ver com determinação ou revelação da orientação sexual de quem quer que seja. Se esse fosse o caso, não existiriam tantos homens hiper masculinizados homossexuais e tantas mulheres hiper femininas lésbicas. E outra coisa, não tem nada a ver os relacionamentos de homens com mulheres mais velhas. O que tem? Por quê será que quase ninguém fala dos relacionamentos de homens mais velhos com mulheres bem jovens? Acham até bonito e aceitável socialmente? Resposta: MACHISMO CASTRADOR E REPRESSIVO, GERADOR DE SENTIMENTOS DE DOMINAÇÃO. E VÃO POR MIM, FERIU E CAUSOU MAIS MÁGOAS E DEPRESSÃO AOS HOMENS QUE ÀS MULHERES!!!
    Olha meu anjo, o que acho, nessa sua História, que você deve procurar dialogar com o seu namorado sobre essa sua dúvida. Mas um diálogo Mary, sem preconceitos de sua parte, sem nenhum arroubo de ira ou cobranças de sua parte, até mesmo porque você disse que se caso ele for bissexual mesmo você aceita numa boa. Você deve deixar ele bem a vontade para que essa sua conversa com ele flua de modo bastante positivo e esclarecedor entre vocês os dois. Comece mostrando a ele que você não é uma mulher preconceituosa, que você tem a mente aberta e bem arejada. Fale para ele que você está acessando um blog que trata sobre a bissexualidade, e que achou os assuntos expostos ali muito interessantes…, quem sabe até convide ele a participar. Ou seja minha amiga, diálogo, diálogo e sempre…DIÁLOGO, com racionalidade mas também com o coração! E lembre-se, a bissexualidade não é nenhum tipo de errou ou até mesmo o caminho para a bigamia ou promiscuidade. O ser infiel está na personalidade, no caráter de cada um, e não na sua orientação sexual. Seja ela qual for!
    Espero ter ajudado um pouco.

    Beijão em seu coração e boa sorte!!!

  34. ola eu tenho um namorado que pede dinheiro pra mim, eu não sei si ele gosta de mim ou do meu dinheiro, eu vou é dou sempre, ele já acostumo pedir, todo Dia ele quer Dinheiro meu, mais ele, dorme e outro lugar não comigo, sera que ele sente alguma coisa por mim, sou gay, ele Bi, nós faz sexo, direto, mais, ele sempre,fica pedindo meu dinheiro, como faço pra ele para de pedir, volta, a gosta mais de mim

  35. Eu vi um comentário que dizia que se revelasse para sua esposa que tinha saido com outro homem como seria
    Pois bem ,eu revelei para a minha ,hoje acredito que foi a pior coisa que fiz pois algum tempo depois acabamos com um casamento de 15 anos e hoje ela joga isso na minha cara .
    Sabe ,eu sempre fui um excelente chefe de familia ,bom pai ,mas nada disso teve relevância ,hoje ela tem outro cara (que acredito que arrumou assim que eu disse a verdade) e sai como um vilão da história,mas tudo bem ,a vida continua ,mas descobri que as pessoas preferem uma mentira bonita ao invés de uma verdade .

  36. Tenho uma amiga que é casada a anos e mesmo assim percebo atitudes estranhas dela comigo… Que conclusões posso tirar disso? Vocês poderiam me ajudar?

  37. Affff preciso desabafar tenho 34, sou de MG, e sempre gostei de mulheres, mas como meu pai era um militar daqueles agressivos de bater só com um olhar reprimi meus sentimentos…..me casei, tenho 2 filhos lindos q amo. Ate que em um belo dia descubro que foi traída, como se não bastasse ele ter ficado com farias mulheres ficou também com minha prima em minha casa quando me recuperava de uma cirurgia, fiquei com tanta raiva tremo só de pensar….mas não me separei por medo de não conseguir me sustentar e sustentar meus filhos, até q no ano passado em uma viagem conheci uma bela moça ficamos e ela me mostrou que tenho capacidade, que sou capaz de me sustentar e aos meus filhos; pois ele não me deixava trabalhar fora dizia q não tinha cabeça dai sempre trabalhei em casa com confeitaria, mas nunca tinha me dado conta que eu sempre paguei minhas contar e já avia sustentado a casa por diversas vezes quando ele ficou desempregado. E ela me mostrou isso quando contava minha história de vida pra ela…a um mês atrás comecei um curso técnico e vou me separar assim que concluir ló e vou ser feliz se Deus permitir…..

  38. Homens Bi me ajudem
    Essa semana descobri que meu namorado procurava na Internet homens para transar, ele não chegou a ter um “caso” com nenhum, bom, ele me garantiu que fazia isso depois que brigávamos mas logo ele se sentia muito mal e se arrependia. Meu grande dilema é em relação ao sexo que ele está procurando, é um desejo que eu não posso suprir. Minha dúvida é será que realmente ele vai conseguir parar de fazer isso? Pq foi una traição e eu não quero um relacionamento infiel. Será que posso dar esse voto de confiança? Ele diz q me ama que é feliz comigo e não fazendo isso, disse que oq ele quer é ficar comigo. Me ajudem .

    1. Oi Graziele, eu tb passo por um problema bem parecido. Estou com meu marido ha 15 anos. Ele é maravilhoso, meu melhor amigo, confidente e companheiro. Alem de pai maravilhoso. Depois que nosso primeiro filho nasceu descobri que ele era bi. Estavamos há 5 a anos juntos. Depois descobri que ele me traía e que era só sexo. Eu nao duvido do amor dele por mim, estou aprendendo a lidar com muita terapia e dialogo com essa infidelidade dele. Ele sente necessidade desses encontros sexuais. É duro, é dificil, gostaria mto de falar sobre isso com alguem que passe pelo mesmo.

    2. Graziela, eu passo pelo mesmo que você só que eu sou o homem… Sou casado com mulher e ela não sabe que me interesso por homens… Queria saber dizer a ela o que eu sinto mas não consigo porque quando eu penso que achei o momento certo pra contar ela fica na defensiva e evita minhas palavras… O conselho que eu te dou é apenas um: conversa com ele!!! Sem julgar, sem brigar. Procure saber de tudo com calma e deixe ele abrir o coraçao. Queria que a minha mulher fizesse isso por mim, porque você não imagina a dor de saber que a sua companheira não te entende e não procura realizar suas fantasias. Minha querida, é muito triste!!!
      Pode não ser o melhor conselho mas pensa nisso porque pode te ajudar muito e a ele também!!! Boa sorte!!!

  39. Sou casado a 20 anos e dentre este tempo de relacionamento lhe contei que era bissexual. Tenho muito desejo por mulheres, mas também por homens, nunca namorei homens pois o que me atraia era só o sexo casual, já com mulheres sempre gostei de namorar, passeios etc. No princípio ela nem queria ouvir falar nisso e nem aceitava que brincássemos na intimidade. Fiquei reprimido por muitos anos, afinal gosto dela e quero manter nossa família unida. Depois ela foi aceitando aos poucos brincadeiras como inversões, filmes etc. Hoje ela que puxa as brincadeiras.
    Para os homens que são casados o melhor é ponderar o que é mais importante, a família ou a aventura. Não vale apena assumir uma situação se você não quer se desvincular da situação atual.
    Não tenho relações com homens a muito tempo e ela, minha esposa satisfaz meus desejos.

  40. Eu tenho 29 anos e sou casado com uma mulher há quatro anos. Estou muito triste porque ela me ama muito mas não entende meu lado bissexual… Sempre senti que faltava algo que completasse meu prazer no sexo, mas não tinha coragem de contar a ela meu segredo e os meus desejos. Queria que ela entendesse meus sentimentos e procurasse me ajudar mas acho que isso é impossível… Ela até tenta abrir a mente mas acho que ela não aceitaria o fato de que sou bissexual e que também sinto atração por homens.

    Gostei demais do Blog porque aborda o assunto com uma visão melhor do que a pessoa sente sendo o que é. Parabéns pelo trabalho de vocês, espero que continuem sempre porque vocês ajudam muitas pessoas a entender melhor a si mesmas.

  41. Tenho 24 anos e até pouco me considerava hétero. A vida toda tive meninas se interessando por mim, inclusive uma melhor amiga que depois revelou-se lésbica. Sempre fui meio moleque mas também tenho um lado feminino bem presente. Este ano conheci uma garota na faculdade, ela obviamente gay e eu curti conversar com ela. Comecei a ficar confusa pq sempre senti uma energia masculina dela que me atraía e não conseguia tratá-la normalmente depois de algumas conversas. Acabei por ignorá-la por não saber lidar, o que foi péssimo. Ela perguntou a uma amiga em comum se eu era bi, inclusive. Ou seja, eu dou pinta? rs. Depois disso eu juntei todos esses fatos e concluí que eu tenho esse lado meio gay, apesar de amar e gostar muito de homens, do sexo com eles. Talvez gostasse de ficar com uma mulher também, pois o amor pode se expressar livremente entre as pessoas, o que mais importa é o que está por dentro de cada um e não seus órgãos sexuais. Quanto à isso, acho que se temos prazer até com objetos, imagine com alguém que sentimos atração, seja homem ou mulher? Enfim. Tô meio maluca com tudo isso, sonhando que estou beijando e fazendo sexo com meninas (inclusive hj tive um sonho lúcido onde a primeira coisa que eu fiz foi beijar uma garota!), mas agora me sinto mais livre e apta a deixar as coisas fluírem.

  42. então pessoal eu tenho 15 anos e sempre me conscideirei etero as meninas sempre me atrairam mais eu começei a gostar de um garoto q eu mal conhecia ele me atraia muito e eu acho q me apaixonei por ele muito mais e de lá pra cá outros também me atrairam só q tinha as garotas e eu meio que ainda fico confuso sem saber o que fazer quando vejo ele e depois não paro de pensar nele e nas garotas como me descobri apouco tempo preciso de conselhos o q eu faço, porque minha familia é contra bis e homossexuais…adorei o blog e contarei mais…

  43. Olá. Sou homossexual parcialmente assumido. Nunca gostei tanto de alguém como agora. Conheci um homem num site apropriado, com o intuito de apenas obter sexo. Antes mesmo do primeiro encontro, já me contou que era bissexual e vivia com uma mulher. Após o primeiro encontro, mantivemos a possibilidade para novos encontros. Porém, a insistência sobre mim começou a aumentar. Mensagens ao longo do dia, ligações nos momentos em que estamos sozinhos, novos encontros e revelações. Até que me disse que era casado e pais de 2 garotos, que estava gostando de mim, mas não teria coragem de assumir o relacionamento com outro homem. Nos damos bem, somos amigos e amantes. Só que me encontro perdidamente apaixonado por ele. Ultimamente está com uma ideia de se separar da mulher, pois estão brigando muito, deixando possibilidades no ar. Não quero que largue a família, mas o quero cada vez mais do meu lado. Estou pensando em abrir mão, no entanto sei que isso vai me arrasar. O que faço?

  44. É, obrigado ao site, já sofri muito por não me entender, não saber quem sou, o que sinto… A bissexualidade me chegou muito cedo (hoje tenho 23 anos) e sempre queria saber por que eu era assim (melhor, sou assim), nunca pode me abrir com ninguém tanto família como amigos, isso me deixava cada vez mais para baixo, não vou negar que já pensei muitas vezes em suicídio, porem hoje eu sei que posso me amar, ser feliz, mesmo que sozinho… Obrigado novamente por abrirem um site tão aconchegante para quem precisa de descobrir-se…

  45. Eu não lembro ao certo a primeira vez que me senti atraído por outros homens, mas ainda hoje eu carrego marcas de quando eu finalmente aceitei esses sentimentos dentro de mim e as consequências de me assumir bissexual.
    Para deixar mais claro, eu sempre me considerei bissexual e sempre tentei ver isso como algo normal. Na minha ainda curta história (21 anos), eu só estive em um relacionamento sério e duradouro (embora tenha me envolvido afetiva e emocionalmente com outras pessoas na vida – mulheres, em sua maioria, mas também homens). No caso, essa relação já dura dois anos e meio.
    Apesar de sempre ter sido honesto com minha namorada em relação à minha bissexualidade, nós sofremos bastante com a confusão da cabeça de terceiros. O que acontece é: as pessoas não entendem a bissexualidade masculina. Se vocês acreditam que é dificil ser homossexual, não imaginam como é grosseiramente dificil ter uma relação com uma mulher após ser assumidamente bissexual.
    No começo, foi difícil para ela, sim, ela não compreendia exatamente o que significava ser bissexual, mas, com o tempo, nós conseguimos criar uma relação de confiança e respeito. Apesar disso, foram incontáveis as vezes que nossos amigos diziam para ela que eu era gay e que eu estava enganando tanto a ela quanto a mim.
    “Puta merda, vão cuidar de suas vidas, bando de infelizes” era o que eu sempre quis gritar pra essas pessoas.
    No começo, eram geralmente as amigas mais próximas dela que falavam sobre isso, mas, com o passar do tempo, eu descobri que alguns dos meus mais próximos amigos falavam sobre isso nas minhas costas. Já aconteceu até de desconhecidos (homens) falarem merda pra gente em festas. Cara, que puta raiva que me da.
    Apesar de tudo que já passamos, eu sempre me mantive forte e de cabeça erguida, conversava com minha namorada e a gente sempre se resolvia.

    Vocês devem pensar que apenas os heterossexuais desrespeitam e desacreditam os bissexuais, mas pode ter certeza que não é bem assim. Eu tenho um grupo de amigos gays e lésbicas e, cara, eles dizem que eu sou um dos poucos – se não o unico – bissexual de verdade que eles conhecem.

    Nós, bissexuais, somos desrespeitados tanto por heterossexuais quanto por homossexuais. Quem vocês acham que são? Porque acham que têm o direito de questionar a sexualidade de alguém?

    Se vivemos uma mentira, não somos 100% felizes. Se vivemos uma relação honesta, os outros não são felizes. E eu realmente não sei o que é mais dificil, a confusão interna da primeira opção ou a externa da segunda.

  46. Boa noite!

    Passo pela mesma situação e posso explicar

    Seguinte, o bissexual em sua cabeça não esta “traindo”. Pois ele amar verdadeiramente sua companheira, o bissexual quando esta com muito desejo de se satisfazer com pessoas do mesmo sexo se arrisca pois, a sociedade em sua volta não sabe e não intende que ele é um bissexual (pra sociedade existe somente o homem, a mulher e o gay). Nele paira a vontade de se abrir e ser aceito por sua companheira; mais pelo amor e pela segurança ele entra em constante sigilo, um segredo muito bem guardado . O bissexual não se apaixona ele se aventura para saciar um desejo inexplicável e indomável, que quando termina ele automaticamente esquece. Entra em lugares com toda coragem se saciam e na hora de sair de determinados lugares se pergunta o que fiz e porque estou aqui, sou maluco mesmo!. Esse mesmo quando chega em seu lar ou encontrar seu verdadeiro amor ( sua companheira) ele sente um desejo uma química maior ou seja, O bissexual alimenta mais o amor e o libido por sua parceira praticando certos tipos de aventuras. (era nesse sentido de apimentar o sexo se a companheira aceitasse, mais é o risco pra revelar isso?)
    Esse mesmo tem sentimentos e não sabe explicar porque faz isso(?), não consegue falar sobre , não se abre para sua companheira pelo fato de ama-la e não querer perde-la.
    O bissexual não é preconceituoso, mais ele tem uma opinião formada que não é Gay é homem bissexual e gosta de mulher, curte somente brincadeiras com homens iguais a ele, o bissexual não sente atração por gays pois eles querem ser feminino, e o único feminino para o bissexual e de sua companheira ou mulheres no geral, o único que o aceita e sente tesão.
    O bissexual é uma pessoa com muito tesão e vontades sexuais que nem ele mesmo sabe da onde vem.

    Na minha humilde opinião o bissexual não procura dois amores ele ama somente um e consegue dividir amor de sexo, e na parte sexual o mesmo se divide o mesmo sente um atração que quando saciada acaba a magia até sentir novamente, eu acredito que o bissexual e um aventureiro que gosta de descobrir corpos diferentes de se surpreender cada vez mais e ficar aliviado em saber que existe diversas pessoas que brincam como ele, que se aventura no sexo. O bissexual tem uma intuição e consegue intender quando o outro quer sexo. Mais chega uma hora que o mesmo reflete e tenta parar, tenta sair desse mundo inexplicável e não consegue pois seu desejo fala mais alto, ai ele chega aos 30 anos e tenta aceitar como eu aceito porém sempre em segredo e com toda convicção que todo homem e toda mulher e bissexual.
    Ex: existem muitos homens “machão” Pika das galaxias que adora assistir um filme porno, agora me diz eles isolam a tela da tv ou monitor para ver somente o corpo feminino ou se exita com o todo, em que sua grande maioria esta o traseiro do ator em primeiro plano. eu assumo eu me exito por tudo, agora como pode o machão falar de aguá na boca que o Ca***** do ator e grandão?

    Na minha opinião traição e deixar de amar e continuar mentindo e levando a relação pelas coxas.

    O bissexual ama suas esposas e tem muita vontade em dizer que é bissexual. Porém vem o pensamento sábio:” se você falar isso vai acabar”, e é ruim uma relação excelente acabar e outra a sociedade te julgar, entender algo errado de você sendo que é bissexual. Bom espero que consigam me compreender e que tenha casos como o meu.

    1. Olá namoro um cara que esta em plana crise de sexualidade, estamos juntos a 3 anos e moramos juntos a 1 ano, sempre fomos felizes em todos os aspéctos, ele é um cara incrivel ,mas a 1 ano e meio atras eu descobri que ele gostava de se mostrar de cueca na internet mas para homens, e ele gosta de ver a figura masculinha o corpo ele tem desejo sexual …ele esta fazendo terapia e ja me confessou ter feito ja a alguns anos atras… semana passada ele me pediu um tempo ,falou que não acha justo comigo essa situação, q ele sente vontade de ver outros caras e ele tem medo de me trair para ter relação sexual com um cara…ele falou q me ama e que eu sou a mulher da vida dele, mas q ele esta em uma fase ruim , e não acha justo casar comigo assim….eu ja conversei com ele que entendo esse lado bissexual dele, e que estou disposta a experimentar coisas com ele para satisfaze-lo… mas ele mesmo tem uma barreira que o impede de me deixar aceita-lo….Obs: tem um amigo dele que sei ser gay e esta dando investidas nele…já vi mensagens e estou com medo de nesse tempo ele acabar sedendo as investidas do cara ….também não sei se eu aceitando e fazendo coisas diferentes com ele entre nós isso iria saciar o desejo dele ou eu teria mesmo que aceitar ele sair com homens para umas aventuras …enfim to muito confusa

      gostaria de saber se tem alguém com situação parecida para me dar uma luz…gosto muito dele e não quero perde-lo.

  47. Eu gostaria de saber sobre como funciona a cabeça de um bissexual, estou muito magoada com o termino de um relacionamento, e tenho a absoluta certeza que o meu ex não aceita isso, entendo que vocês não devem se sentir culpados, eu não vejo nenhum preconceito em ser gay, mas ter uma vida dupla com alguém do mesmo sexo é ferir o ego de uma mulher, um homem que sai com homem ou uma mulher que sai com mulher sexualmente atraído, pode se dizer que é homossexual, então o porque dar esperanças ao hétero, porque não se assume ? derre pente você sente atração por um outro alguém do mesmo sexo e como fica o sentimento do outro? A mulher traída por uma mulher se senti conformada, pois a outra de uma certa forma tinha um cabelo mais bonito, um corpo mais esbelto, uma situação melhor, dá muita raiva, mas nos mulheres aceitamos,agora difícil ser traída por alguém que tem ideias diferentes, aparência diferente e não se é comparável ao sexo oposto.Eu me sinto extremamente magoada com a falta de coragem de meu ex em assumir que gosta de homens, ele resolveu mais uma vez se isolar do mundo, daqui dois anos ele sai e engana mais uma mulher, senti vontade de acabar com a minha vida, nunca senti uma dor tão grande numa separação.

  48. Oi gente,
    Eu sou homossexual e comecei a namorar um rapaz que é bissexual. Também tenho tido problemas em entender a cabeça de um bissexual. Gosto demais dele e ele também gosta muito de mim, isso é bem claro. Mas tenho muito medo que ele possa sentir falta de mulher, sexualemnte falando. Alguem poderia relatar algo a respeito disso? Como funciona a cabeça de um bissexual nesse caso? Sei q não temos regras, mas gostaria de entender pra não acabar causando problemas com uma pessoa q gosto muito!

  49. Olá meu nome e Idenilson, primeiro lugar gostaria de dizer que gostei demais do blog. Bom minha vida e complicada demais pq além de ser Líder de célula eu sou noivo de uma mulher que amo demais, mas sou bissexual e ninguém sabe pq acho que quando eu contar serei odiado pela minha noiva pela minha família pela minha igreja e tbm pelos meus amigos pq costumo a andar com heteros. Eu só queria ser feliz e nada mais. Será que Deus me ama da mesma forma, tenho orado bastante.

  50. Oi. Me chamo Yure, 21 anos. Sobre essas questões de orientação sexual Não sei como me definir. Eu não estou preso a generos masculino e feminino, mas sim em pessoas em geral. No momento vivo uma dualidade que tem me deixado muito confuso. Amo duas pessoas ao mesmo tempo e já faz meses. Um garoto e uma garota. Sendo o garoto meu melhor amigo e a garota minha ex namorada. Não sei explicar, sofro muito com tudo isso, é algo bem esquisito. Não sou muito sortudo nessas coisas de relacionamento, nunca tive sorte. Recentemente que comecei a falar abertamente sobre minha sexualidade para meus amigos e família, apesar de sua maioria ser cristã, eles tem aceitado bem, mas claro que é mal visto. Enfim, só queria compartilhar isso com vocês… O que devo fazer?

  51. Sou casado e apaixonado pela minha esposa e levamos uma vida sexual muito ativa, mas sou bissexual. Não tenho atração nenhuma por homens, nem pela figura do homem, mas tenho relações sexuais com homens e travestis. O meu interesse é somente pelo pênis. No início eu pagava programa com travestis só para tocar, acariciar e punhetar. Hoje eu saio com eles, homens e travestis, para ser comido mesmo, adoro sexo anal, sempre com camisinha. Será que outros homens também tem um desejo parecido. Ou sou o único?

  52. Olá meninas, tenho 42 anos, bisexual, sou separada, tenho filhas, porém, ninguém sabe da minha atraçäo por mulheres, gostaria muito de conhecer outras mulheres bisexuais e maduras de SP para amizade, trocar ideias e quem sabe algo mais. Meu e-mail é [email protected]

  53. Estou muito feliz com a iniciativa deste blog. Minha história é bem peculiar. Comigo foi ao contrário, aos 15 anos contei para a minha família que tinha atração por caras, ou que não era heterossexual. Depois disso sempre tive em maioria relações homossexuais. Mas tive 3 relações sexuais héteros que não consigo esquecer, foi maravilhoso e incrível ficar com mulheres, mas eu ainda me sinto muito inseguro e não praticar minha bissexualidade ou exercita-la me deixa ainda mais confuso. Mulheres me deixam nervoso e apesar de eu ter uma boa aparência me sinto nervoso, inferiorizado, completamente inseguro quando estou com elas. Será que é porque não pratiquei muitas vezes, tenho 26 anos.

  54. Olá. Eu estou quase me assumindo bissexual. Já fiquei com dois rapazes e tirei meu bv com 6 anos (por curiosidade) com minha colega de infância, e depois beijei mais uma aos 11 anos, foi prazeroso, mas sentia medo e vergonha e parei.
    Senti grande opressão da sociedade tanto na pré-adolescência quanto na adolescência, e por isso comecei a beijar homens sem sentir prazer por eles, era um grande vazio dentro de mim. Depois não fiquei com mais ninguém até hoje, depois de 7 anos sem ter nenhum beijos ou contato sexual. Me reclusei em casa, e de repente, por espontânea curiosidade comecei a ver videos de mulheres se amando (na cama) e isso me envolvia muito… Eu não sentia prazer em ver, mas era uma grande emoção.
    Hoje, esse ano, eu fico procurando mulheres abertas e nuas na internet (fotos) e sinto prazer em olhar os seios delas, de apertar, de lamber… nossa é uma loucura…. aí fico olhando os seios das minhas colegas às vezes quando vejo-as sem sutiã ou quando mudam de roupa na minha frente, fico exitada, com vontade de toca-las. Mas ainda fico olhando alguns garotos e homens também, quando usam calças apertadas e eu fico olhando pra aquele “bolo” no jeans da roupa (a área genital).
    CONCLUSÃO: me sinto confusa e com medo de extravasar meus desejos, com medo dos insultos e bullying e isolamento da sociedade. Estou confusa… Não sei o que eu sou, ou se sou assexuada, já que de tempos em tempos esses desejos somem, assim como meu libido.

    Ajuda-me por favor. Muito obrigada.

  55. Oi,ontem falei para meus meus pais que sou bissexual…lógico que minha mãe falou que eu ia voltar a ser normal e que meus amigos me aliciaram…mas nem me importei tive vontade de rir admito;mas senti um alivio enorme,sei que vai levar um tempo até que eles entendam e aceitem como uma normalidade mas até lá eu vou ouvir algumas coisas que eles nem sabem o que estão dizendo…Prece que me livrei de um peso imensurável…..afinal vamos amar o próximo sem ver a quem glória Deus e amém.

  56. Sou bissexual e bem resolvido sobre sexualidade. Só namoro mulher, só beijo mulher, só tenho envolvimento afetivo com mulher; meu negócio com homem é só na cama e nada além disso; ou seja, com homem é só sexo; nunca tive interesse em namorar homem. Sou ativo e passivo (minha masculinidade não diminuiu em nada e não sou afeminado). Transa hetero me excita muito, assim como a transa homo também me excita. Qdo tenho namorada não saio com ninguém, pois a fidelidade deve estar em primeiro lugar e respeito o compromisso. Se alguma mulher se interessa pela bissexualidade e quiser contato é só deixar um recado por aqui. Sou solteiro, faixa 40 anos, tranquilo, simples, reservado, sou interior SP. Att. Carlos

  57. Ola, me chamo Leandro e tenho 24 anos, namoro uma garota fantástica… Sou bissexual. Estou extremamente confuso pois sei q me apaixono pelos dois… Curto garotos, sexualmente e mais intensa a reação no cérebro (orgasmo e excitação), mas também sinto desejos e impulsos por garotas… Afetivamente, tenho mto mais desejo por mulheres do que garotos… Vejo garotas na rua e .. simplesmente desejo.. e mto complicado… Tenho medo de contar pra minha namorada e ela querer largar de mim.. na vdd eu gostaria mto de arrumar uma namorada mente aberta e que ficasse cmgo, visse porno hetero/gay/lésbico cmgo… Isso me deprime pq me sinto preso numa caixa, com receio de não ser amado. Se eu encontrasse um garoto q fosse encaixe perfeito e não estivesse com uma garota (ainda mais uma compreensiva assim) eu até tentaria um relacionamento e me posicionaria de cabeça… Mas sendo sincero… Sexualmente me dá prazer os dois.. e um sabor diferente cada um… Não acredito q namorando um garoto deixaria de ter impulsos por garotas.. e vice e versa…isso me deprime pois sempre quis viver um amor intenso e de verdade… Sempre estudei igual um condenado para me formar e poder bancar minha família… E hj me vejo afugentado pela minha sexualidade… Queria mto… Mas mto mesmo uma garota que me entendesse do meu lado, e se fosse o caso, um garoto… Mas confesso que se estivesse com alguém (garoto ou garota) que me compreendesse e me amasse… Fosse minha ou meu companheiro (confesso que ATUALMENTE prefiro garotas) e me aceitasse eu ia ser a pessoa mais feliz do mundo… E nunca ia querer deixar essa pessoa… Isso iria me realizar de corpo, mente e alma… Até me empolgou em pensar… De hj em diante vou sempre frequentar esse blog pra ler e conversar com quem for igual a mim… se alguém se interessar é quiser falar mais bora conversar. Sou de Campinas sp

  58. Obs:. Não ligaria de minha namorada ser bi e querer sair com alguma garota desde que fosse td cmgo presente e, quem sabe eu pudesse participar. Curtiria o vice versa também, e nao ligaria de ser Td sempre com o consentimento dela.. não sou afeminado, sou educado, boa aparência e trabalhador… Mas estou nesse dilema. Foi bom desabafar. Qq coisa bora conversar.

  59. Olá namoro um cara que esta em plana crise de sexualidade, estamos juntos a 3 anos e moramos juntos a 1 ano, sempre fomos felizes em todos os aspéctos, ele é um cara incrivel ,mas a 1 ano e meio atras eu descobri que ele gostava de se mostrar de cueca na internet mas para homens, e ele gosta de ver a figura masculinha o corpo ele tem desejo sexual …ele esta fazendo terapia e ja me confessou ter feito ja a alguns anos atras… semana passada ele me pediu um tempo ,falou que não acha justo comigo essa situação, q ele sente vontade de ver outros caras e ele tem medo de me trair para ter relação sexual com um cara…ele falou q me ama e que eu sou a mulher da vida dele, mas q ele esta em uma fase ruim , e não acha justo casar comigo assim….eu ja conversei com ele que entendo esse lado bissexual dele, e que estou disposta a experimentar coisas com ele para satisfaze-lo… mas ele mesmo tem uma barreira que o impede de me deixar aceita-lo….Obs: tem um amigo dele que sei ser gay e esta dando investidas nele…já vi mensagens e estou com medo de nesse tempo ele acabar sedendo as investidas do cara ….também não sei se eu aceitando e fazendo coisas diferentes com ele entre nós isso iria saciar o desejo dele ou eu teria mesmo que aceitar ele sair com homens para umas aventuras …enfim to muito confusa

    gostaria de saber se tem alguém com situação parecida para me dar uma luz…gosto muito dele e não quero perde-lo.

  60. olá, tenho 21 anos, e como disse no nick sou um cara qualquer, bem pra falar sobre esse assunto tenho que começar deste o começo, bem tudo começou quando eu tinha 5 anos de idade, minha família estava passando por dificuldades econômicas, morávamos de aluguel e com isso nos mudamos para outra cidade mas lá não deu muito certo, então voltamos para minha cidade natal, e não tendo dinheiro para pagar o aluguel para não morar de baixo da ponte tivemos que nos mudar para casa de minha avó, e não é um bairro bem visto, e nesse local tinha uns garotos lá, e passa o tempo e um dia um daqueles garotos no qual tenho raiva até hoje e sinto nojo, ele me violentou, era mais velho e eu sempre fui bem inocente e chegava ser taxado como bobo, e ele me obrigou a chupar seu pênis, e a historia não se finda por aqui, e ai eu acabei esquecendo, então por milagre meu pai conseguiu emprego e conseguimos nos mudar, lembrando que ninguém sabe disto até hoje e se depender de mim nunca saberá, bem conseguimos nos mudar, mas minha tia estava passando por a mesma situação que a nossa ou até as vezes pior, e minha mãe achou por ventura ela mudar conosco pois as casas que alugamos tinha um salão ou uma garagem que nunca usamos pois carro naquela época era impossível, e minha tia ela já tinha morado nos acampamento do movimento sem terra, e lá abusaram também de um primo meu, bem ela tinha o mesmo tanto de filhos que minha mãe porem a idade que era divergente, o mais velho de minha tia era da minha idade e de minha mãe sou o caçula, e outros filhos de minha mãe são mais velhos e de minha tia são mas novos que eu, então como esse primo que tinha a mesma idade que eu ele tinha sofrido abuso e acho eu que estava na mesma situação porem todos sabiam dele e não de mim, e ele e eu brica vamos um de chupar o outro, e minha prima irmã um ano mais nova que nós brincava junto, e um chupava o outro, e eu comecei a gostar de minha prima, mas gostava de brincar com meu primo, bem e isso ninguém ficou sabendo, e o tempo foi passando e comecei a brincar com outros guris mas não passava de um chupar o outro, ate que com meus 14 anos outro primo meu também com a mesma idade brincávamos juntos, nos masturbávamos juntos, e um belo dia não me lembro quem deu a ideia, mas de um chupar o outro, e assim se fez, quase todos os dias nos encontrávamos e íamos a lugares escondidos e começava a brincadeira, e teve um dia que começamos a ir um pouco mais alem que mero chupamento, e começamos a fazer o famoso ”troca-troca” e isso se passa o tempo e foi se seguindo, quando cheguei aos meus 17 há 18 anos ele parou e eu também, ele começou a namorar garotas, bem e eu sempre fui apaixonado por umas meninas, e nisso se passa quando completei meus 20 anos eu sempre ia para outra cidade para resolver alguns problemas, e nisto eu estava sozinho em um quarto de hotel, e estava com o meu celular, e decidi ligar no wi-fi e sempre entrava em chats mas nunca de cidades, então decidi entrar na sala local, e lá conversando encontrei um carinha que era passivo, e então ele foi la no hotel, nossa mas quando ele entrou no quarto quase morri, quasse tive um ataque cardio respiratório, e nessa achei que ia ter um treco, porem o cara era mais experiente que eu, pois nunca tinha passado o conforto familiar, e então eu estava muito exitado e morrendo de medo, mas o nervosizo foi passando e ali nos ficamos, e dai para frente a coisa começou a ficar mais intensa e comecei a entrar mas no chat e conhecer mais caras, eu sempre alternava como passivou ou ativo, então um belo dia eu estava na praça central de minha cidade tranquilo, já era na base da meia noite ou uma hora da manhã quando tive minha primeira experiencia com mulheres, estava lá quando derre pente uma loirinha linda, baixinha veio em minha direção, já pensei comigo, ela quer alguma informação ou algo do gênero, e ela chega para mim e fala, oi eu estava ali te observando e não me leve a mal mas você tem namorada, já fiquei meio bobo neste momento, ai eu logicamente falei a verdade que não tinha, e ela falou, eu e um primo meu estávamos fazendo uma aposta de ficar com o primeiro carinha que víssemos na rua,bem tinha mais uns 10 na rua nem sei o do porque de ter justo me escolhido, bem ai conversa vai e conversa vem ela me chamou para poder ficar, mas tinha uma condição que só ficaria comigo se o primo dela visse, bem eu falei blz, estava muito empolgado e tudo, ai chega e esta la no carro, e ela pede pra eu entrar, já fiquei muito desconfiado,mas nem sei o que pensei, fui e sentei no banco de trás com um pé para fora e o outro para dentro, com o mair medo de ser alguns locou que tentasse me matar ou algo de gênero, bem sentei la e comecei a ficar com ela, então eles me chamam para ir para um local mais reservado, e eu estava de bike e falei ai que eu sigo, e foram e eu fui atras, chegando la começou a esquentar e o ”primo” que eu desconfio que é marido entrou na brincadeira e começamos a chupá-la tudo, coloquei minhas mãos em tudo, definidamente em tudo, até dentro dela, eu estava mesclado o medo e o tesão, ela pegou em minas áreas baixa, e tudo, ai ela queria algo há mais porem eu não tinha camisinha, e falei que sem não ia rolar, nuca faço nada sem a bendita, e ficamos apenas nas mãos e beijos, e eles foram embora, e não sei mas por onde que anda o casal, e eu continuo saindo com carinhas, as vezes sou passivo e dentre outras sou ativo, e sempre me apaixonei por garotas, e eu não queria sentir atração por outros homens, mas infelizmente sinto, mas eu curto mulheres, e acho que eu sinto isso por homens devido há minha infância um pouco conturbada, e queria ajuda de alguém que entende mas que eu e estava com vontade de tirar isso só para mim e falar, obrigado por ler até aqui, e se poder me ajudar é melhor ainda.

  61. Oi, tenho 17 anos e moro no interior de Minas Gerais. Sofro muito por causa de minha sexualidade, pois minha mãe descobriu e me rejeitou completamente… Hoje (dia 10), minha mãe descobre que tinha um relacionamento com um rapaz, e tomou meu celular e me disse que eu iria para o inferno… sim, inferno e agora estou desesperado, pois não sei o que fazer. Me sinto muito só e vejo pouco dos meus amigos me apoiarem. Preciso de ajuda urgente! Socorro!!

  62. É muito complicado, sempre tive relacionamento com mulheres, com homem era algo casual, nunca foi nada sério. A pouco tempo atrás conheci um rapaz gay, carinhoso, inteligente, divertido, quando percebi, eu que não queria nada sério, acabei me envolvendo, a cada dia que passava gostava mais dele, fiz o máximo para dar o meu melhor pra fazer ele feliz, parecia estar tudo bem, quando do nada eu sinto que ele começou a se afastar, perguntei o que era, se queria conversar e ele sempre dizia que não tinha nada errado, que estava tudo bem, até que através de um amigo eu descubro que ele estava em um app de relacionamento, como solteiro, procurando alguém.
    Me doeu muito, sempre fui honesto com ele, eu entendo que para ele possivelmente eu não sou a pessoa certa, mas é muito cruel e sem coração esse tipo de atitude, com mulher geralmente elas brigam, choram, gritam, mas existe conversa, tive completa desilusão no relacionamento entre dois homens, eu que sempre quis acreditar que o que falavam sobre homossexuais, que eram infiéis, não conseguiam manter uma relação, era mentira, não sei mais em que acreditar. No fim vejo que o “eu te amo” hoje em dia, não passa de palavras.

  63. Boa tarde srs e srªs , a vida em si sexual é muito difício de se entender , o desejo algo que vem de dentro não te define direito e te deixa sempre confuso. Eu sou casado muito bem casado com uma linda mulher mais tambem em vez enquando mim atraio por um homem algum garoto amigo desejo mesmo de poder abraço,beija-lo a toca-lo ,mais não demonstro muito e as vezes deixo o tempo passar e não reagir. Eu gosto de um amigo o qual já demos um celinho ,e em conversa sempre brincavamos com algumas cantadas mais na hr H fujiamos da realidade .

  64. Boa tarde srs e srªs , a vida em si sexual é muito difício de se entender , o desejo algo que vem de dentro não te define direito e te deixa sempre confuso. Eu sou casado muito bem casado com uma linda mulher mais tambem em vez enquando mim atraio por um homem algum garoto amigo desejo mesmo de poder abraço,beija-lo a toca-lo ,mais não demonstro muito e as vezes deixo o tempo passar e não reagir. Eu gosto de um amigo o qual já demos um celinho ,e em conversa sempre brincavamos com algumas cantadas mais na hr H fujiamos da realidade .

  65. Boa noite, queria um conselho…
    Eu sou homossexual e estava saindo com um cara, ele tem 18 anos… ele é bi… tudo estava indo bem. Até o dia que ele acabou ficando com uma ex dele, ai ele ficou na duvida.. ficou balançado por ela… Desde esse dia, ele mudou… não é mais o mesmo. Me pediu tempo para pensar, pois estava confuso, precisava se achar… Ele falou que também pediu tempo para a mina tbm. Eu gosto dele, e eu não sei o que fazer… Tudo bem que tenho que dar esse espaço, mas como conquista-lo e fazê-lo ficar cmg?

    SÉRIO, NÃO SEI O QUE FAZER !

  66. Meu caro só falo uma coisa ,não faça nada não force a barra de tempo ao tempo, pois ele não homosexual vc é mais ele é bi para vc mais para as garotas ele não é correto, ele é que tem de se decidir o que quer da vida , se quer ficar nos dois lados com meninas e com meninos ,eu por exemplo mim considero BI ,porque eu sou casado bem casado e sinto atração por alguns homens geralmente os mais jovens, e agora eu estou sentindo atração por um garoto de 19 anos ,ele tem namoradas e pegador de garotas bonitas mais já rolou algo entre nós pelo menos nos beijamos e ele aceitou não se empolou muito n~]ao mais cedeu eu gostei ,mais amo minha esposa ele sabe que sou bem casado mais estamos nos arriscando nessa aventura é a força do desejo não sinto atração pro qualquer um ainda bem .Mais com este estou vivendo um momento louco . sei dos riscos que corro mais tudo está sob sigilo , se ele está correspondendo é porque está traido tambem . Mais não vou forçar a nada não faço nada que ele não queira. Então se esse rapaz que ficou com vc e gostou ,ele não vai te esquecer mais vc vai ter que dividir com alguem pode ter certeza disso .

  67. Comecei a sair só por sexo com um cara 10 anos mais novo que eu e com o tempo ele começou a mostrar suas vontades,toda vez assume que não gosta de homem porem o que me deixou meio cabreira é ele pedir para arrumar uma travesti para sair com a gente e quer que ela penetre ele e quer tbm fazer sexo oral nela/e,lembrando ele é casado e eu tbm,sera isso bissexualidade?

  68. Sou católico e namoro um mormom secretamente e claro,vivemos um drama,primeiro pq pertence a uma seita que de certa forma tortura sua consciência ……como católico sofro menos ……segundo pq eu sou o primeiro dele,nunca havia ficado com um homem!!!! Terceiro pq ele e bi ……….fizemos um acordo ,que estando junto ele nao ira namorar mulher …..ele e perfeito em tudo que faz na cama,mas vive com medo de deixar de gostar de mulher e parece que tem medo de so gostar de homem……tentei fortemente deixa lo por 2 vezes …..ele me implorou p isso n acontecer e eu voltei mas vivemos este drama ,alguem pode me ajudar a como ajuda lo a encontrar se consigo mesmo………..e viver est relacionamento. Com mais liberdade memo que escondido!

  69. Meu nome é jennyfer,tenho 19 anos.
    Nao conheci meu pai,porque ele abandonou minha mae assim que soube que ela estava gravida.
    Aos meus acho que 5 anos eu fui molestada sexualmente por um homem que nunca vi antes.pode se dizer que lembro de tudo.do meu choro e o grito abafado pela aquelas maos emudas.nao houve penetracao,mas garato que mesmo assim deixa marcas na alma.
    Ao decorer da minha infancia eu andava com meninas e odiava garotos,so gostava quando era pra ter brincadeiras mais masculinas como futebol.
    Alguns anos depois aos meus 9 perdir meu avo que tanto amava
    Na pre adolescencia cheguei a gosta de um garoto,mas ele amava uma de minhas amigas.
    Gostava e gosto de ler contos de homem e mulher e lesbicos .
    Eu tinha interesse nos dois sexos e tinha muitas brincadeiras de pega na bundas de garotas.ja senti vontade de ter relaçoes com garotas e a ter medo de garotos.
    So beijei so garotos nunca garotas.so desejo mesmo.
    Acho que pq tambem nunca achei uma garota que gostasse de beijar outras garotas.coragem eu tenho.
    Quando cheguei a adolescencia minha mae e meu padrasto brigavam muito e ele sempre descontava sua raiva em mim,isso me magoava entre em depressao so que nao sabia e nesta epoca comecei a fumar cigarro e beber,hj nao faço mais isto.
    Sabe o mas engraçado de tudo que aconteceu é que minha mae acho que nunca acreditou que eu fui molestada.
    Nunca tive relaçao sexual depois do que me aconteceu na infancia ate hoje.
    Hoje eu tenho duvidas se gosto de ambos sexos.
    Ja disseram que eu era lesbica ja disse que nao ,mas tenho duvidas.
    Vivo perguntando a minha mae se ela tivesse uma filha que gostasse de ambos sexos como ela reageria e disse que acetaria da mesma forma.
    Mas sera mesmo que sou bisexual??
    Tenho esta confusao aqui,mas nao sei se e medo das pessoas e do mundo.

  70. Oi. Tenho 32 anos e namoro a dois anos e meio com uma garota e ela é uma pessoa que me ama muito mas é muito conservadora e nem sonha que eu sou bi. Já procurei homens na internet para somente sexo casual e na hora de ir fico com peso na consciência e acabo não indo e fico me masturbando com vídeos. Alguém também passa ou passou por essa situação? E o que fez?
    Agradeço

  71. ACHO bissexualidade coisa de gente promiscua e sem vergonha, me desculpa a franqueza,li na matéria que você escreveu em 2015, sobre homens Bissexuais que só namoram só mulheres, e os relatos que vi me deixou muito enojada desta raça BI. são todos casados a maioria dizem que são bem casados que amam as esposas, e mesmo assim vivem atrás de machos, traindo a mulher. Olha NA MINHA OPINIÃO são nojentos,SEM VERGONHAS.Porque traição é traição não importa com que gênero seja.Sinceridade acho que pessoas bissexuais não deveriam se casar nem manter relacionamento sério. Primeiro se ele sente atração por vaginas e pênis ele sempre se sentirá incompleto então eles sempre vão trair quem estiver do lado deles.E o pior pelo que eu vi aqui também a maioria não tem nem um pingo de arrependimento. Egoistas , jamais namoraria ou teria sequer amizade com pessoas bissexuais . Desculpe elas realmente me causam nojo.
    Deveriam era criar vergonha na cara e só se envolver com pessoas bissex também, ou com Transexuais neste caso seria o melhor dos 2 mundos ter um homem e um mulher no mesmo corpo. Mas trair a esposa é demais.
    Torço que elas descubram e ponha eles para fora de casa. Mas pode ter certeza que aqui se faz aqui mesmo se paga, e que é deles virá mais cedo a mais tarde a fatura chega.

  72. ACHO bissexualidade coisa de gente promiscua e sem vergonha, me desculpa a franqueza,li na matéria que você escreveu em 2015, sobre homens Bissexuais que só namoram só mulheres, e os relatos que vi me deixou muito enojada desta raça BI. são todos casados a maioria dizem que são bem casados que amam as esposas, e mesmo assim vivem atrás de machos, traindo a mulher. Olha NA MINHA OPINIÃO são nojentos,SEM VERGONHAS.Porque traição é traição não importa com que gênero seja.Sinceridade acho que pessoas bissexuais não deveriam se casar nem manter relacionamento sério. Primeiro se ele sente atração por vaginas e pênis ele sempre se sentirá incompleto então eles sempre vão trair quem estiver do lado deles.E o pior pelo que eu vi aqui também a maioria não tem nem um pingo de arrependimento. Egoistas , jamais namoraria ou teria sequer amizade com pessoas bissexuais . Desculpe elas realmente me causam nojo.
    Deveriam era criar vergonha na cara e só se envolver com pessoas bissex também, ou com Transexuais neste caso seria o melhor dos 2 mundos ter um homem e um mulher no mesmo corpo. Mas trair a esposa é demais.
    Torço que elas descubram e ponha eles para fora de casa,exponha a falsa machesa deles para a família,amigos. Mas pode ter certeza o que aqui se faz e aqui mesmo que se paga, e o que é deles virá mais cedo ou mais tarde a fatura sempre chega. TOMARA que estas esposas sejam muito vingativas.

  73. Decepcionada com as safadezas destes homens Bi, sinceramente acho muito promiscuo e sujo, ficar com um e outro ao mesmo tempo.Acho uma falta de HOMBRIDADE, O fato da maioria deste homens se casarem ou manterem relacionamento sério e mesmo assim trair. Que nojo, jamais namoraria um homem bi e se descobrisse que meu namorado fosse Bi eu terminava na hora, mesmo sendo apaixonada por ele. Acho que antes de vocês começarem a namorar seria descente de suas partes contar as namoradas que vocês gostam de gente do mesmo sexo, porque ela tem o direito de querer ou não se relacionarem com vocês. Eu não namoraria de jeito nenhum,pois não aceitaria traição e nem gostaria de um homem pela metade. Tenham caráter e hombridade e respeito com o/a companheira/o. isto é tudo.

  74. Quanto mais eu leio sobre Homens Bissexuais mais me enoja.Eles traem as companheiras sem dó.Eu li vários relatos em vários blogues ,em todos deu a imprensão que o desejo deles maior é por homens e por isso não são fieis as esposas.Eu acho que na verdade eles gostam mesmo é de homem.Jamais namoraria um bissexual prefiro a solidão do que um homem pela metade.

  75. Eu queria muito saber e gostaria que se possível me respondessem.O porque que homens bissexuais insistem em se casar com mulheres heteros,porque não procuram uma pessoa deste meio. Tantos gays,tantas mulheres bissexuais tantos locais(baladas gls),onde a probabilidade de conhecer pessoas como vocês é imensa.Não,mas vocês pegam as heteros,parece que é de proposito para fazer as pobres coitadas sofrerem e pelos comentários não estão nem um pouco com peso na conciêcia por isso.

  76. O que me eu vejo neste site, que discute um assunto que é discutido em muitos outros, é que ele é muito bom, por ter somente pessoas equilibradas, inteligentes e com muita coerência dando suas opiniões, e pensando em ajudar, não vi nenhum comentário que tivesse a intenção de destruir, ofender, prejudicar, discriminar, etc…Parabéns a todos que participam da discussão. Sorte que gosto de sexo com homem e com mulher, apesar de ser capaz apenas de me apaixonar por mulher!

  77. Minha esposa acabou de descobrir vcs e me disse que é interessante eu também to gostando ela me disse q respondeu em uma postagem sobre a experiência bi por parte dela.
    Ja no meu caso tenho dúvidas pois não tenho atração nem por homens nem gay mas tenho por travestis.
    Ela ja é bi assumida e praticamos sempre juntos
    Eu curto a inversão ela vira o homem e eu …rssrsrs deixo ela a vontade com a boca língua dedos e o nosso brinquedinho vibrador em uma cinta peniana… Ela faz gostoso com isso fico na curiosidade de sairmos com um travesti pois ai será uma mulher com pénis é oque tenho vontade de experimentar so não fizemos ainda pq não encontramos uma que fique com ela pois desde q começamos a ficar eu e duas mulheres tenho tesão de ficar com ela e outro e ela tb deseja esse outro com corpo de mulher para todos serem felizes…e a maioria dos travestis não aceitam mulher isso q complica.
    Ja era pra ter provado mas não quero só.
    Por isso ainda estamos na procura.
    Somos do ES se alguém conhece travesti da região ou tenha algum aqui nosso email é [email protected]

  78. Sou casado, 60 anos, antes dos meus 15 anos brincava muito de troca-troca, mas quem recebia sempre era eu e gostava muito. Hoje sou casado, meu relacionamento é 100%, mas tem uns 5 anos que aqueles pensamentos voltaram. Mantive sexo com parceiros também casados. Gosto der passivo. No momento procuro um amigo ativo (casado e ou maduro) com local para encontros casual.Sou de Vila Velha – ES. Meu Skayp [email protected]

  79. sou casado mas alguns anos atraz comecei a me sentir muito atraído por travest e bonecas e trans so q gosto da minha mulher mas sinto vontade de sair tds os dias com travest adoro ser passivo e ativo as vezes fico confuso e as vezes tenho vergonha disso por não saber o que fazer e nem com quem conversar

  80. Tenho 49 anos, solteiro após um casamento, resolvi assumir minha bissexualidade, onde abro o jogo para minhas parceiras, que em geral ficam felizes por ser verdadeiro e confiar em contar tudo para elas. Já me deparei com pessoas que não aceitavam, então cai fora, para minha felicidade. Hoje só saio com mulheres que curtem e aceitam meu lado bi. Adoro mulher, tenho paixão e tesão com elas, assim como sinto prazer com homens, mas só prazer, não consigo me apaixonar nem ter um relacionamento, pq meu lado bi é somente sexo, nada mais, e sou bem resolvido quanto a isso. Convido a todos a visitar meu Blogg, e a postar e compartilhar, duscutir também nele:

  81. Tenho 49 anos, solteiro após um casamento, resolvi assumir minha bissexualidade, onde abro o jogo para minhas parceiras, que em geral ficam felizes por ser verdadeiro e confiar em contar tudo para elas. Já me deparei com pessoas que não aceitavam, então cai fora, para minha felicidade. Hoje só saio com mulheres que curtem e aceitam meu lado bi. Adoro mulher, tenho paixão e tesão com elas, assim como sinto prazer com homens, mas só prazer, não consigo me apaixonar nem ter um relacionamento, pq meu lado bi é somente sexo, nada mais, e sou bem resolvido quanto a isso. Convido a todos a visitar meu Blogg, e a postar e compartilhar, duscutir também nele:

    https://mulheresquecurtemhomensbi.blogspot.com/

  82. Os comentários da Mara e da Magda refletem bem o que a sociedade pensa em geral sobre bissexuais… E este é o maior motivo deles se manterem ocultos a maior parte da vida. É uma visão estreita que não procura entender o lado do outro, pois na adolescência e juventude descobrimos esses desejos conflitantes e isso nos deixa inseguros e confusos. Tentamos fugir disso intimamente, por isso buscamos um relacionamento hétero, considerado normal pela sociedade e que nos traria supostamente uma autoconfiança maior. Nos enganamos por insegurança e imaturidade. Podem estar certas que nunca é na intenção de magoar, prejudicar, ou fazer uma mulher hétero sofrer. O tempo passa e sofremos muito a angústia de guardar esse segredo, e não queremos perder um amor legítimo trocando-o por algo incerto. Sondamos a parceira e na maior parte das vezes nos deparamos com a rejeição e então, continuamos a esconder nossa verdadeira natureza para não sofrer e não fazer sofrer… É muito comum que um homem bi seja o melhor dos maridos, talvez para compensar sua condição e tentamos de todas as formas fazer uma esposa feliz… A família se consolida, chegam os filhos, a situação fica cada vez mais complicada, mas já aprendemos a esconder quem somos e vamos tocando a vida, com nosso esqueleto bem guardado no armário. Eventualmente, alguns não suportam o desejo lancinante e partem para o sexo fortuito com outros homens, um alívio momentâneo… Outros reprimem seus desejos e vivem parcialmente infelizes. Posso garantir, tanto uma como a outra decisão é um inferno íntimo que vocês não desejariam ao seu pior inimigo. Portanto, antes de criticar duramente quem é bi e casou, procurem entender como toda essa historia rolou e tenham compaixão de quem vive essa tortura de ser eternamente incompleto e não se encaixar no que consideram normal, moral e sadio, do SEU ponto de vista. Revelar nossa condição seria, no mais das vezes, trocar um sofrimento por outro maior…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *