18 de abril de 2024

25 thoughts on “Uma lésbica em dúvida da sua sexualidade

  1. “Ela gosta mesmo de ser lésbica. Dá até gosto de ver. Quem a conhece tem vontade de virar lésbica só pra sentir as mesmas coisas que ela sente (risos)” gostei dessa, e quem não ia querer, depois de vc prestar atenlção em alguams coisas que acontecem? Mas tambem me chamou a atenção a sua última c9olocação: “Será que ela se permite viver todos os sentimentos que realmente tem? Devemos deixar a vida dizer.” o q analisando tudo q vc disse ao longo da postagem, ´remete a ideia de que, talvez ela seja uma possivel bissexual q “prefere” ser lesbica, foi isso q vc quis dizer?? Que subjetivamente até há uma possibilidade pequena de q ela seja bi, mas por não aceitar tal possibilidade pq ela “gosta mais de ser lesbica” ela não se permita viver essa possivel bissexualidade? Por medo do q as outras lesbicas iriam dizer dela, e não ficar mal com elas?? Foi o q eu entendi e veio na minha cabeça.

    1. Pois é, Dany. Difícil dizer. Eu não saberia e ela muito menos. Sentimentos geralmente são complexos, né? Pode ser que ela seja bissexual mesmo…ou de repente só tenha curiosidade de experimentar coisas diferentes. Sei que ela sempre foi uma lésbica convicta. Ela adora o mundo GLS, adora mulheres e etc. Por isso não dá pra afirmar nada. Ela não teria problema em ser bissexual, esse não é o caso. O fato é que ela está se conhecendo, assim como todas nós. Eu, por exemplo, nunca me imaginaria em um relacionamento sério com uma mulher. Hoje já estou há dois anos e meio com uma. Só o tempo e as experiências para nos ajudar nesse entendimento, né? O mais importante é sempre tentar encarar tudo de uma maneira leve e sem preconceitos. Abs, Dany!

      1. Mas se ela sempre foi uma lésbica convicta, e agora te diz q já chegou a um equilibrio e vez em quando ela fica apenas com ele e mais nenhum cara, então ela já não está mais em duvida. As vezes algumas lesbicas se aventuram a ficar com homens com essa desculpa de “bebida”, o q eu acho um contrasenso (isso pra mim as vzs soa como fuga, não quer admitir q gosta e culpa a suposta embriaguez) , ficam confusas, mas depois alegam q foi coisa de momento e voltam a ser 100% meninas!! E quanto a possivel curiosidade por “novidades”, no caso desse cara, é ex dela, então passou o nivel de curiosidade. Seria curiosidade se ela quisesse experimentar outros tipos de cara, ou ainda não tivesse passado por uma relação sexual, fisica com um homem. Abraços pra vc tb.

  2. Eu já ouvi garotos gays dizendo que gostam de beijar meninas de vez em quando hahaha, mas acho que é a mesma coisa quando nós ficamos com uma pessoa sem ter interesse. E também, muitas pessoas se rotulam homossexuais por se sentir mais atraídas por pessoas do mesmo sexo, apesar de existir aquela atraçãozinha mínima pelo sexo oposto.

    1. Sobre gays que gostam de beijar meninas, se eles mesmo dizem que curtem, eu creio que gostem sim, a única diferença é que não deve ser tão bom quanto o objetivo principal de desejo deles. Em outras palavras, é bom, mas não deve provocar as mesmas sensações, nem desejo de ir mais além. Mas as vezes acontece viu…e isso não quer dizer que tenham se tornado bi, ele pode ter aberto uma “exceção”. Mas e se fosse bi, qual é o problema? Tudo depende de encarar nossos desejos “excepcionais” com naturalidade, como disse a Amanda.

  3. Amanda, há um tempo atrás vc tinha postado algo sobre a bissexualidade não ser reconhecida cientificamente, eu até fikei com dúvidas sobre o post e perguntei à você. De fato, nada havia ficado 100% claro, aí eu tava olhando o face e tinha essa matéria da uol que tratava sobre bissexualidade. Não sei se devo acreditar totalmente, mas achei muito interessante e tem haver com q vc postou aq. Talvez as pessoas não tenham sempre a mesma orientação sexual, cm se não fosse definitivo, pode mudar pelo menos foi isso o q eu entendi, dá uma olhada na matéria e me diz dp o q vc achou.

    http://mulher.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2013/04/15/heterossexualidade-nao-e-natural-e-compulsoria-diz-sociologo.htm

      1. Que bom que você gostou, foi a única que na minha opinião falou aberta e claramente sobre o caso. Não sabia que sociólogos estavam estudando isso, e de uma forma tão interessada. Agora na enquete as pessoas ficaram meio indecisas às afirmações, era exatamente como você pensava?

        P.S: aguardo ansiosamente o post, pois amei a matéria e o q vc desenvolver certamente ficará ótimo. 🙂

    1. É como se a sexualidade tivesse níveis, do hétero ao homossexual. Acho que varia de pessoa pra pessoa, assim como nos bissexuais, tem uns que tem uma certa preferência por um dos sexos, já outros não… Mas agora, essa papo aí de compulsória, eu não acredito não. Pois se fosse assim, ninguém escolheria ser gay.

      1. Não é q ninguém escolha, não é isso o q a reportagem quer abordar, pelo que eu entendi muitas pessoas tem seus desejos reprimidos por vários fatores: família, mídia, religião…e o q os sociólogos explicam q o ser humano não tem algo padrão, ou seja, somos instáveis e a sociedade não entende isso ela quer nos mostrar q somos gays ou héteros, mas sabemos q não é válido em tds os casos. Vários homossexuais já tiveram relações héteros e vice-versa e muitos não demonstram isso por medo, eles não assumem q podem ser bi em certos momentos. Qualquer um pode passar por isso, me esclareceu muito essa reportagem.

  4. Olá,pessoal!!! O que relatarei aqui,talvez seja algo,que alguém esteja vivenciando no momento. Bom,tenho 15 anos,há um bom tempo, passei a observar mais as meninas com outro olhar. Quando passa uma garota,com as características físicas que admiro,sinto uma leve atração. Não sei se “beijaria” uma outra menina,ou se teria uma relação mais íntima,penso que se tivesse algo,não passaria de abraços e carinhos. Já fiquei com meninos,sinto mais atração por eles do que por meninas…. mas fico confusa,será que sou Bi?
    Hoje em dia está muito comum a bissexualidade,ao me lembrar disto,se vejo outra menina me olhando muito ,penso em duas coisas : ou está encarando-me ou “admirando” .. (risos) . A verdade é que estou confusa em relação a tudo isso. Ninguém conseguiria perceber, se por acaso eu curtisse meninas ,pois sou uma garota que adora esportes,super bem humorada,como várias por aí,que não percebemos também suas preferências. Queria conversar com uma garota que estivesse passando por isso, mas é complicado dar início a esse assunto,pelos motivos de constrangimento e timidez,sendo que poderá ter a hipótese,da pessoa cuja você conversa,está com as mesmas dúvidas. Então gente,se possível me responder,agradeço desde já! Pessoas com a mesma situação ou não,esse blog super maneiro foi feito para tirarmos nossas dúvidas,opinar…enfim. Muito Obrigada!
    Beijos.

  5. bem…. eu ja estou com 27 anos……..tenho medo de tudo e todos,é complicado…será que sou??…mas sinto que enquanto eu não me descobrir de verdade, nunca vou ser feliz.!

    vc disse tudo nesse trecho é isso que acontece comigo….”O que faz as pernas dela balançarem mesmo são as mulheres. Só uma mulher consegue fazê-la sentir todas aquelas sensações de paixão e amor que conhecemos. Com os homens, ela diz ser só um desejo, algo que ela não sabe muito bem explicar. São experiências interessantes, sem dúvida, mas ela não consegue ter um sentimento muito duradouro com eles.”

    e sinto vontade de cuidar delas, estar por perto, sinto ciumes, e com os homens apenas desejo sexual…. e detalhe nunca tive nenhum tipo de relação com mulher, falo isso que sinto por algumas amigas…dai vem essa duvida..e isso já esta atrapalhando a minha vida. eu só quero ser feliz.

    quem poder me ajudar..eu ficarei agradecida.. ninguém sabe disso, família e nem amigos…nem imaginam que tenho essa duvida, etc. nunca me abri com ninguem…mas quando li esse blog, não pode aguentar.

  6. Ja passei por isso, mas hj consigo dizer q sou bi, com toda certeza do mundo… Demora um tempinho ate vc entender + depois eh so aligria… Bjx…

  7. Sou adepta a troca de caricias entre garotas, desde novinha… Gosto dos meninos, mas, sinto grande prazer transando com meninas… Sei que não sou lésbica, mas, da mesma forma, não consigo externar essas coisas. Fico no anonimato e no prazer solitário na maioria das vezes.
    Andreia-RJ

  8. Tenho 21 anos, quando tinha 13 sonhei que estava tendo relações com uma menina da minha sala, fiquei muito envergonhada e nunca disse pra ninguém. Namoro há 1 ano e 6 meses com um homem, fazem mais ou menos 5 meses eu comecei a me questionar sobre se realmente eu gostava apenas de homens, eu amo meu namorado e me sinto atraída por homens, mas sinto quase ao mesmo tempo isso por mulheres também. é possível? Eu posso ser atraída por ambos?
    Att.

  9. Mim identifiquei muito com a história, tenho 14 anos e desde dos meus 13 tenho dúvida sobre minha sexualidade, as vezes brinco com minhas amigas dizendo q sou bi e tals, mas elas dizem q se eu fosse msm bissexual, se afastariam de mim, acho isso muito injusto, pois eu não mudaria minha personalidade, tenho dúvida ainda, não sei direito, estou sofrendo com isso até hj, tenho receio de ninguém mim aceitar assim…

  10. “Com os homens, ela diz ser só um desejo, algo que ela não sabe muito bem explicar.”

    Conheço essa linha!! Muitas que diziam isso logo depois apareceram bem acompanhadas de um homem, se dizendo bi e até casaram e tiveram filhos com ele! Da mesma forma, as “heteros” passaram a se denominar lésbicas depois de se assumir como bi por um tempo, depois de achar que era “coisa da cabeça” delas querer beijar mulheres…. E “adoro” essa desculpa manjada da bebida, só denota falta de coragem em admitir que teve vontade de realizar determinado desejo, e pra não se sentirem tão culpados/as se apoiam na desculpa da embriaguez!!! Pq meu Deus???

    “Essa minha amiga, ao que parece, não quer deixar de ser quem ela é. Mas será que ela realmente sabe isso? Será que ela se permite viver todos os sentimentos que realmente tem? ” Esse é um bom questionamento, já que para qualquer monossexual gay ou lésbica iria ser um novo tormento e seria bem trabalhoso ter que se “reinventar”, caso se descobrissem bissexuais, pois iria mexer com tudo que já estava resolvido dentro deles e causaria alguma revolta por ter passado por tantos percalços para se assumir “a toa”, já que no fim descobrem que também podem gostar de outro gênero oposto ao que sempre costumaram gostar. É conflituoso, por isso ela não quer ter trabalho, é mais cômodo e mais fácil não mexer em time que está “ganhando” e continuar a ser quem é.

  11. E pra mim esse papo de “é só um desejo”, “é coisa de momento/carência”, “momento de fraqueza”, tudo conversa fiada. Vivemos arrumando desculpas pelo medo de descobrir que não somos uma coisa só, que não temos uma única atração! Pois pra mim, sentiu vontade, fez, gostou e faria de novo e de novo e sentiu borboletas mesmo na enésima vez, já é culpado !

  12. Tenho lido com frequência, os textos do blog, em busca de situações parecidas com as que venho passado ultimamente. talvez esteja descobrindo minha sexualidade, talvez seja só um desejo reprimido ou até propriamente uma curiosidade, ainda não sei. O fato é que aqui sempre encontro textos maravilhosos e me identifico com muitos deles.
    Há algum tempo sai pra um bar com amigos e não sei explicar, mas, me apaixonei por um menina com a qual troquei ideia a noite toda, no fim da noite a minha vontade era de levá-la pra casa e beijá-la o resto da noite. Mas acebei só levando os amigos bêbados para suas respectivas casas, durante semanas ela não saiu da minha cabeça, até que descobri tudo o que eu podia sobre ela, amigos em comum, redes sociais, contatos. marquei diversas vezes de sairmos mas sempre levei bolo, conversei com algumas amigas lésbicas, que me incentivaram, mesmo eu sabendo que a moço em questão era hétero, em resumo nunca ficamos nos encontramos aleatoriamente em um bar ela com um cara e eu enchendo a cara no bar. Mas ela despertou algo em mim que eu nunca tinha sentido antes, pensei só ser coisa de “inerente a bebida” mas o fato é que não foi só ela, mas comecei a sentir vontade de ficar com mulheres também,já levei alguns foras depois disso, mas o fato é que não sei se é fase, descoberta, desejo, mas tudo isso é bem novo pra mim, é uma boa descoberta, mas ao mesmo tempo é tudo muito confuso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *